sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Do tempo que urge! Que cura, que ensina...

Google Images


Todos os dias em algum momento eu tenho pensado, preciso atualizar o blog... Mas as prioridades são tantas e tudo sempre tão urgente que o dia sempre acaba antes das linhas da minha agenda repletas de anotações. Eu ando assim, tentando conciliar tudo aqui e ali, tentando oferecer o melhor de mim a todas as funções que desempenho, e muitas vezes me cobrando por na verdade, não conseguir levar tudo da forma que eu gostaria. Apesar disso, eu ando consideravelmente tranquila, tenho feito o urgente e necessário, e o restante conforme é possível. Sei que larguei o blog, mas muitas vezes a gente precisa parar pra respirar, pensar, reorganizar, redefinir... Esse ano foi um ano de tantas mudanças pra mim, de mais aprendizados, de avaliar o que venho sentindo, vivendo, quem tem estado ao meu lado, o que eu quero para o meu futuro, e principalmente, que qualidade de tempo eu tenho tido... Foi um ano em que tudo aconteceu muito rápido, as coisas foram se atropelando e muitas vezes eu me vi como expectadora da minha vida sem saber bem o que fazer, e isso foi péssimo pra mim :(  não estar no controle foi sofrido, mas ao mesmo tempo me trouxe boas experiências e um amadurecimento enorme! E foi assim...



A parte mais gostosa de se ter um blog definitivamente é o envolvimento com o leitor, nesses dias de silêncio recebi muitas, muitas mensagens mesmo, perguntando se tudo estava bem, por onde eu andava, se o blog ia acabar... Pessoas dizendo que estavam ansiosas esperando por posts novos, com saudades das minhas fotos, das crianças, dos trabalhos e ideias novas. Pessoas que me encontraram pessoalmente e diziam que entravam todos os dias no blog à procura de notícias, novidades e fotos. Algumas vezes pessoas que eu nem sequer conhecia, mas que me leem há tempos. Isso me deixou muito feliz, e com mais vontade de voltar a escrever e contar as novidades.
 

Nesse período eu recebi pedido de autorização de uso de imagem gratuita de algumas das minhas fotos para uso comercial, e também proposta de compra de direitos de duas outras, e achei o máximo! Primeiro porque não sou profissional, segundo porque nem tudo está perdido, ainda há gente com ética nesse mundo. Pedidos, muitos pedidos de técnicas, videos, paps e dicas! E teremos muitas novidades sobre isso em breve :)



Esse período de ausência tem justificativa, fiquei ausente praticamente todo o mês de setembro porque eu estive novamente em Portugal representando a True Colors junto ao Bloco Portugal, numa maratona de cursos, workshops, treinamentos e demonstrações. Foram 18 dias de trabalho praticamente ininterrupto e que teve um retorno muito bom, foi muito produtivo e com resultados que foram avaliados como excelentes.



Voltei muito feliz, orgulhosa do meu trabalho, com a sensação do dever cumprido... E morta de saudades dos meus, que me receberam com tanto amor e festa que eu nem sei bem como explicar e quantificar o que eu senti ♥ Cheguei cansada, meio desarrumada, só querendo mesmo ver logo todo mundo e ir pra casa. E lá estavam eles no saguão do desembarque, com sorrisos de orelha a orelha, segurando um cartaz, e com um buquê de flores. Paramos o aeroporto, todos olhavam, alguns acenavam e eu fiquei paralisada, fiquei tão emocionada que só consegui chorar e abraçar meus pequenos, e depois meu marido, que foi quem inventou toda essa festa. Como não amar? Impossível...

Tânia, Katia, Lucia e Aninha ♥

Valerie, Adri, Nice e Elena. ♥ A Casa Amarela ♥


Depois disso, fiquei apenas 15 dias em casa e viajei novamente  pro norte do Paraná, pra uma série de cursos e workshops em várias cidades. Fiquei contente, feliz em voltar, reencontrei muita gente querida que eu conheci por lá. Saudades me define, apego me representa.




Esse ano foi um ano de muitos compromissos de trabalho, viagens, ano em que eu conheci tanta gente nova, ensinei muito, aprendi demais... Estou com muitas peças novas e novos projetos também, terminando de cumprir minha agenda 2014. Estou numa fase de muito, muito trabalho mesmo, mas em contrapartida, estou tranquila, de bem com a vida e dando importância somente ao que realmente tem importância. Foi um ano de despedidas doídas, de chegadas festejadas, de muito choro no chuveiro, muita insônia no travesseiro, de diversos probleminhas sérios de saúde que eu nem quis falar pelas redes sociais... Foi um ano de contratempos de toda ordem, e justamente por isso e muitas outras coisas, eu tive que aprender a me manter firme, a controlar minha ansiedade, ter foco. Aprender a respeitar o tempo, a ter mais fé e entregar nas mãos de Deus tudo aquilo que não tenho controle...



Aprendi sobretudo a desapegar daquilo que já não me serve... E talvez isso tenha sido o mais difícil e importante nessa minha caminhada. Hoje me sinto liberta de tantas amarras, me sinto livre, mais leve, mais centrada. Olho pra trás e ainda tenho a sensação amarga do arrependimento de algumas escolhas, situações vividas, tempo doado, energia desprendida em nada, em vão... E só consigo enxergar o tempo perdido... A vida é feita de escolhas, e só nós somos responsáveis por elas, essas foram as minhas, totalmente equivocadas, erradas... Mas ainda assim de minha total responsabilidade. Então ao invés de olhar pra trás e lamentar o que passou, estou reconstruindo e retomando tudo que é importante pra mim, olhando somente em frente, que é pra lá que a vida segue ;)

E disso tudo, só concluo uma coisa, somos crianças tardias, mil pessoas podem te alertar mil vezes, mas só vamos realmente entender e aceitar que estamos no caminho errado quando vivenciarmos a situação. Ainda assim sou grata, porque tudo serve de aprendizado. Estou ainda aprendendo a lidar com a decepção, a respeitar escolhas e atitudes alheias, embora eu não as entenda muitas vezes. Mas ninguém deve permanecer nas nossas vidas se não for essa a sua vontade. Não entendo, mas respeito. Estou aprendendo a perdoar, esquecer, me respeitar mais, o meu tempo, minhas vontades, meus limites...

Tudo isso me fez ficar distante daqui por esse tempo, pausar alguns projetos, repensar coisas, pessoas, situações e atitudes... Precisava de um tempinho pra voltar, pra ajeitar a postura, respirar fundo, levantar a cabeça e seguir. Nessas horas eu adoro o clichê mais verdadeiro de todos: "Aquilo que não te mata, te fortalece."



É isso, I'm back! E cheia de novidades, projetos e coisas boas pra mostrar e contar! Não nego, ando cansada, mas ainda assim, muito animada, feliz e em paz...

Beijos e obrigada por não me abandonarem ♥


9 comentários:

Lauisa Nogueira disse...

Ai ruiva querida que belo retorno...que bom que estás em paz e cheia de gás...a vida é um eterno aprendizado..pena que demoramos a aceitar isso...sempre venho aqui e continuarei a te visitar sempre..beijus e fiquei com Deus..beijusss nas crianças!

Maria Teresa Valente disse...

Oi Tays acredito que o mais importante é estar em paz, fazendo o que gostamos. Saudade, desejando que seja sempre muito abençoada, abraços carinhosos
Maria Teresa

Adriana Balreira disse...

Tays,
tão bom sempre ler o que vc escreve... Adoro saber novidades e noticias suas e de suas crias. E que pena que a Astrid Fontenelle não estava em Curitiba! Iriamos er um Chegadas e Perdidas perfeito com vc e sua familia! E quantas viagens! Bom demais!!!
Beijos
Adriana

Danica disse...

Minha ruivaaaaaaaaaaa!

Que saudades de te ler, vc é uma das poucas pessoas que eu conheço que consege retratar o sofrimento e suas angústias sem parecer pedante, sensacionalista ou dramática. E isso é tão bom! Vc me inspira,quando me vejo sem filhos e desanimada reclamando da vida... Tenho até vergonha! Vc é uma pessoa abençoada, iluminada por Deus, íntegra, sincera, verdadeira e amorosa. Uma amiga sem igual. Que Deus me permita acompanhar vc sempre. Um dia ainda abro um blog... rsrsrrs.
Quando vc vem pra cá? Te amo e estou feliz porque vc voltou \o/ ♥

Beijos

Nilza Toledo disse...

e , eu,peço perdão,mas concordo com suas palavras no inicio de seu texto, todos estamos atrelados em tantas prioridades que esquecemos durante o dia de algumas,dai a noite chega e......... daí não deixei um recadinho prá vc ..isto não quer dizer que a esqueci..tanto que a alegria ao ler seu nome nos e-mails ,fiquei felicíssima...sei que Deus guarda os seres especiais.beijos e seja sempre feliz e sempre bem-vinda.

Luxo da Lix disse...

Tays, seja bem-vinda de volta! Suas portagens sempre fazem falta porque são lindas e inspiradores! Venha com toda sua força, beleza, sabedoria e luz! Mostre-nos sua arte, suas alegrias, suas superações ou o que mais você quiser. Nesta vida somos atores de nossos próprios espetáculos! Deus te abençoe...

Go Artes disse...

Tenho certeza que ainda vou a uma noite de autógrafo seu!!!
Eita ruiva "arretada" pra escrever bem!
Tays, te admiro muito, teu talento, teu modo de ser e pensar.
Que tudo na tua vida, bem como você descreve, seja revertido em muitas coisas positivas, bênçãos, paz e muita luz!
Sou fanzoca assumida!
Xerocas
Go

ALE DOSSENA disse...

Tays querida!
Me identifiquei tanto... mas tanto...
Salvo as diferenças de rotina, funções e vida em si, percebi que passamos por estados semelhantes durante o ano. Também mudei coisas significativas em minha vida, retomei sonhos e sim, embora esteja seguindo em frente feliz e aliviada, me sinto culpada pelo tempo perdido, insistindo em erros que só eu mesma não me via cometendo. Sigo esperançosa que tudo vai se dissipar e que o tempo, sempre o tempo, será meu herói fazendo-me esquecer as culpas e aproveitar o aprendizado.
Enfim, para você saber que não está sozinha nessas provações que a vida nos "presenteia"...rs. Continuo te admirando muito e cheia de vontade de te ver, espero que dê certo em alguma oportunidade.
Beijos é ótima semana!!!

Iara disse...

Mas que abuso que tenho dessa guria.
Pra que ser assim tão linda e fofa?
Vontade de abraçar bem forte.
Saudades minha ruiva .
Te adoro
Iara

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...