Ciclos que se encerram, grandes portas que se abrem...

18:23 Tays Rocha 29 Comments


Sumi... Estava aqui quietinha no meu casulo. Tantas coisas que senti por esses dias, outras tantas que eu gostaria de dizer... Não é fácil organizar tantos sentimentos e sensações, expressar o quanto meu coração está feliz, porém partido. Não sei lidar com saudades e tão pouco gosto de distâncias. Não sou boa com despedidas, quis apenas vir embora, aqui pra minha casa, como quem foi passar alguns dias de folga e em breve estará de volta, sem a sensação de ausência permanente, de deixar nada pra trás. Sou movida a sentimentos... Cérebro? Nem sei o que é isso, infelizmente. E por ser assim, tudo se torna mais sofrido sempre. Estive ansiosa por dias e dias, com o coração apertado e chorando pelos cantos... Faz parte do processo, do meu processo, e não havia muito o que fazer. Enfrentei o que precisava, fiz o que tinha que fazer, firme e forte até onde deu, eu sabia que em um dado momento eu desmoronaria e o preço seria cobrado. E foi...




Essa transição não foi nada fácil, meu marido veio meses antes e eu fiquei com as crianças, fomos administrando a situação e nos vendo conforme era possível, fiquei sobrecarregada com o trabalho, casa e as crianças que reagiram mal à ausência do pai, me desdobrei em muitas... Cheguei aqui e no dia da mudança descarregar comecei a passar mal, com muita dor de cabeça somente do lado esquerdo, fiz tudo com muita dor, não havia remédio que fizesse passar, e no dia seguinte tudo se agravou... Inchaço e dor no olho, pontadas e dor de ouvido, muita dor na articulação da mandíbula e dentes. Suspeita de nevralgia do trigêmeo, mas que depois de passar por dentista, um dia todo na emergência do Instituto de Neurologia de Curitiba, fazer tomografia e vários outros exames, e outro dia na clínica de Otorrinolaringologia, soubemos que tratava-se de uma grave sinusite, bastante complicada e associada à uma inflamação na articulação da mandíbula. Até que se descobrisse eu sofri, dores que nunca senti na vida, trocava fácil por dois partos... Dores que só amenizaram com doses de morfina endovenosa. Causa do DTM: stress, desgaste emocional e físico.

Então eu vi que não havia saída, era hora de parar por completo e foi o que eu fiz, parei. Com a correria, com o trabalho, com a vida virtual, com os pensamentos acelerados... Há 15 dias estou em tratamento, já sem dor, mas ainda com o olho um pouco inchado. Me sinto melhor, mais calma e com os pensamentos mais organizados. Muita coisa aconteceu nesse período, tudo veio junto, uma avalanche que finalizou com meu marido também bastante doente e ainda em casa, em repouso absoluto, depois de quase me matar de susto na última quarta. Espero que tudo tenha parado por aqui, porque olha... Se eu tinha alguma dúvida, não tenho mais, sou muito mais forte do que eu julgava ser...

Apesar disso, não reclamo, sei que tudo tem um porquê e uma razão, e também aconteceram coisas muito, muito boas! Convites, propostas e reconhecimento de trabalho que só me encheram de alegria. E diante de tudo, torna-se impossível não vir aqui e dividir o que sinto, não falar do que foi e do que virá, da gratidão, das lutas, das expectativas e até mesmo das decepções e pedras pelo caminho.

Sou uma pessoa que se adapta facilmente a tudo, sou resiliente, mas ao mesmo tempo, sinto profundamente as mudanças. Esses dias parei pra pensar... Cada vez que eu me adapto, que eu me estabilizo, algo acontece e eu sou obrigada a começar novamente, tudo do zero. Zona de conforto? Nunca vi, nem comi, só ouço falar... Esse privilégio nunca tive... E nem acho ruim, se cresci, foi graças a tantos desafios.

Lago Igapó - Londrina

Nossa ida pra Cambé me fez sofrer demais, embora eu não tenha falado nunca sobre isso, porque simplesmente, não falo... Me senti sozinha, vulnerável, longe da minha família, dos meus amigos, e me sentindo privada de fazer o trabalho que eu mais amava. Nessas horas a gente descobre que as frases clichê de Facebook são bem verdadeiras... Você descobre nessa hora quem está do seu lado e quem não, descobre que é forte porque não tem outra alternativa a não ser essa, descobre que tem que se reinventar completamente, e seja lá o que você queira fazer, vai ter que partir de você, porque esse processo ninguém pode passar por nós. Morando numa cidade minúscula, contra a minha vontade, sem ninguém conhecido, com duas crianças pequenas, orçamento apertado, sem trabalho e sem saber o que fazer da vida... Essa era eu... Prazer, Tays :) 

Aninha, Adri, Eu, Tania e Catia.

Valerie, minha irmã, conselheira, ouvinte, meu ombro, minha gêmea de valores e estilo de vida ♥

 Aos poucos as coisas foram se ajeitando, e anjos foram surgindo no meu caminho, amigas queridas que me apoiaram, me deram forças e me ajudaram tanto, mas tanto... Que hoje quando eu olho pra trás eu só consigo agradecer a Deus por essa possibilidade mágica que é a internet, porque foi de lá que elas vieram... Não ganhei amigas, ganhei irmãs, famílias completas.

Quando eu cheguei lá, tinha expectativas de me recolocar, de continuar trabalhando, de fazer parcerias, ajudar e ser ajudada; e segui regando e adubando as expectativas. E foi então que eu descobri (e até hoje ainda descubro) que ao invés de ajuda, eu recebi boicote... Inúmeras portas na cara, pessoas que estavam no meu Facebook, diziam que não me conheciam quando era perguntado por mim, que não sabiam que eu estava morando na região de Londrina/Maringá (tendo acabado de me encontrar em eventos do ramo na cidade vizinha). Enfim... Desde que eu comecei com os cursos e workshops meu trabalho foi dificultado ao extremo. Não desisti, segui, perseverante e paciente, fechei algumas turmas, dei algumas aulas, e tudo foi crescendo. Crescendo apesar da falta de ética, dos boicotes. Os lojistas que eu daria curso nunca conseguiam comprar o material auxiliar necessário, nunca conseguiam ser atendidos a tempo, somente pros meus cursos e workshops havia essa dificuldade. Eu comprava o material de scrapbooking necessário no comércio mesmo e repassava, simples assim... Mas nunca desisti e nem dei importância a quem de fato não merece. Mas faço questão de desabafar isso aqui, antes que eu morra engasgada... 


A minha então parceira True Colors já há 3 anos, me chamou pra trabalhar na Mega Artesanal. Pra falar a verdade, não tinha a menor vontade de ir, estava saturada e sem muita vontade de fazer social, caras e bocas pra pessoas que eu sabia que teria que encontrar no ambiente da feira, desculpem... Não sei fingir... Mas avaliei que seria uma oportunidade de retomar as coisas e fui. Fui e no stand da True Colors fui recebida com muito carinho, ganhei uma injeção de ânimo e voltei pra casa com a pasta de representação da região Norte e Noroeste da True Colors. Voltei pensativa, indecisa e morta de medo (hoje eu posso contar né? kkkkkkkk), medo da responsabilidade, se valeria à pena, de como me sairia. Sou artesã, artista, arteira, professora, farmacêutica, esposa, mãe... Mas não era vendedora! Meu mundo é de tintas, de cores e pincéis, de papéis, de badulaques fofinhos, de glitter e coisinhas miúdas cheias de frescuras. Meu mundo nunca foi de números, cifrões, metas e negociatas. E por que eu não disse não? Porque claro, a proposta era tentadora, amo um desafio e funciono que uma beleza sob pressão e condições adversas, tenho uma veia curiosa e masoquista pulsante. Desistir sem tentar? JAMAIS! Me diga que não posso e então eu quero ainda mais...

Eu tentei, com toda a minha boa vontade, com todo o meu conhecimento e disposição. Eu estudei e testei todos os produtos, um a um, eu me apaixonei e sou apaixonada por cada um deles, eu esgotei todas as possibilidades imediatas. Eu virei noites fazendo testes, tirando fotos, montando planilhas, fazendo itinerário de clientes, calculando quilometragens e custos, observando a concorrência, entendendo as necessidades não atendidas dos clientes potenciais, e traçando planos e metas pra agir nas falhas, nas lacunas, nas brechas. Por que raios eu fiz farmácia mesmo? Me pergunto até hoje...

Adri, minha amiga, minha ajudante, companheira constante, minha família, irmã que Deus me deu de presente ♥

Eu tentei, da melhor forma que pude, e deu certo, deu muito certo, deu mais que certo! Deu certo porque eu queria que desse, porque lutei pra isso, porque tive quem me ajudasse muito e sem jamais me pedir nada em troca, porque foi um trabalho em equipe. Porque acertei, errei, tentei de novo... Porque hoje posso dizer abertamente que trabalho numa empresa que eu gosto, com pessoas que se tornaram amigas e não patrões, diretores e funcionários. Trabalho no que eu amo, com toda a liberdade de usar produtos e fazer da forma que for melhor pra mim e pro meu cliente, eu sou livre ♥. Uma empresa que compreende as limitações que eu tenho e não faz disso um problema. Que me incentiva, me apoia, confia em mim, respeita meu trabalho e me valoriza mais e mais a cada dia, porque eu também faço por tudo isso, por eles, por nós. É uma troca constante e permanente, uma relação de confiança e gratidão, e da minha parte assim sempre será.

Peguei essa região sem nada, poucos conheciam ou tinham comprado algo nosso, e foi um trabalho de formiga, de pedir credibilidade ao cliente, de dar a cara à tapa, de se colocar à frente de algo novo, de superar medos, de aprender a ter posicionamento e atitude. E hoje posso dizer que vim embora feliz, feliz! Não venço responder tanto email e pedidos de pontos de venda, perguntas, pedidos de kits, workshops ou simplesmente pessoas gentis e raras que escrevem apenas pra dizer: amo  seu trabalho, te vi na TV, torço por você, adoro a True Colors! E isso do Brasil todo...  Isso não tem preço, é algo que não há como mensurar. Orgulho de deixar a região Norte e Noroeste com um bom trabalho executado. Nesse curto espaço de tempo passaram pelas minhas aulas mais de TREZENTOS alunos no total de vagas disponibilizadas, foram mais de 25 aulas com projetos diferentes e quase sempre esgotadas, eu nem sequer consegui postar todos os projetos e aulas ainda.

On the road ♥

Foram muitas horas em pé, muitos e muitos quilômetros de estrada rodada, inúmeras passagens pelos pedágios. Mas foram também muitas fotos, risadas, amizades que se formaram, lojistas que viraram amigos de verdade, muita arte, cores e peças lindas nascendo das mãos de cada um dos que passaram por mim; com quem pude compartilhar conhecimento, ensinar, e muitas vezes, também aprender. Pessoas que até hoje me enchem de carinho e mensagens divertidas por WhatsApp e Facebook.

Vista da minha janela no dia que cheguei em Curitiba.

Eu voltei pra casa, mas com um pedaço do meu coração que será sempre iluminado e aquecido por esse sol e calorzão do norte, cheio de gratidão e carinho. É um ciclo que se encerra, e são grandes portas que se abrem... Vou recomeçar, mas agora é diferente... Em casa, na minha cidade, perto da minha família, de amigos tão queridos que deixei. Troquei o céu azul ensolarado do norte pelo nosso céu cinza e ar gelado de Curitiba. Tenho sentido saudades, tenho chorado lembrando dos bons momentos e apertos, das muitas dificuldades que passei, está sofrido, é um fato! Mas é chegada a minha hora de recomeçar, de retomar meu lugar, meu espaço, minha vida pertinho dos que eu amo e me amam muito... E não posso negar que tenho borboletas no estômago, que estou muito feliz :D

Voltei, mas muito melhor do que quando saí, mais madura, mais forte, mais esperta, bem mais esperta!!!! Rsrsrsrsrsrs. Volto dando mais valor ao que tenho, e também ao que deixei. E com a certeza que ainda há muito o que fazer e melhorar...


Não posso deixar de agradecer a cada um de vocês que estão sempre comigo, às minhas amigas e fiéis escudeiras que nem preciso citar nomes porque elas sabem quem são, minhas alunas, lojistas, à Pincéis Cássia, e principalmente à True Colors por tudo que tem feito por mim, pela confiança no meu trabalho, pelas inúmeras oportunidades que tem me proporcionado, pela paciência e compreensão nessa fase delicada pela qual estou passando, e principalmente pela amizade e carinho com que sou tratada sempre. Visto essa camisa com muita gratidão, orgulho e disposição, sempre!

Meus amores, minha vida, meu chão, meu tudo ♥♥♥

E principalmente um muito obrigada com todo o meu carinho, amor e gratidão ao meu marido, meus pequenos e minha família, porque sem a paciência, tolerância, incentivo, apoio e ajuda deles, eu não teria nem saído do lugar....

É isso! Estou de volta, devagarinho, um dia de cada vez...

Muitas novidades em breve virão, acompanhem!

Beijos ♥



Leia também

29 amigos comentaram, comente também!:

Taaaaaaaaaaaaaaaa amada, você é tudo de bom e merece todo o reconhecimento deste mundo!
Eu acompanhei tudo que você passou, e te admiro demais! Eita mulher forte!!! Forte, guerreira, amiga, sincera!
Te amo e te desejo tudo de mais maravilhoso nesta nova fase da sua vida!
Beijosssssssss
Verondica ♥

Margarete disse...

Olá Tays! Apesar de não ser curitibana, considero aqui a minha cidade e me dou o direito de lhe dar as boas vindas! Seja bem vinda à sua casa! Espero, de coração, que tudo retorne o mais rápido à normalidade. Não a conheço pessoalmente, sou apenas uma admiradora do belo trabalho que vc faz. Um dia nos encontraremos pessoalmente, porque nada é por acaso!!! Quem sabe. beijos

Minha linda, é sempre tão bom te ler.
Observar que Resiliência é sua palavra chave e assim como Martha Medeiros diz: você age e não apenas reage aquilo que a vida te dá!
Espero que sua saúde e de seu marido estejam já bem e mais fortalecidos ainda pra serem a base dessa família linda!
Boa sorte, amiga e que você volte, pé ante pé, mas volte pra todos nós que te amamos tanto!

Bravo Tays .você é guerreira amiga...torço muito por você...Beijo grande e feliz semana. Eu sempre digo que tudo o que passamos na vida...momentos bons ou ruins...devemos levar como aprendizado.

Irineia Kirach disse...

Oi Tais escrevi um comentário com tudo que estava sentindo e sumiu...desejo a vc sucesso a muita saúde se cuide...bjos Neia

Olá Tays! Infelizmente não encontrei seu e-mail, ou teria escrito por lá, então, se não quiser publicar o comentário, fique à vontade. Estive lendo calmamente sua "matéria, mensagem, desabafo!" e fiquei tocada com suas palavras. Eu, ao contrário de você, amo mudanças, e se você nunca ouviu falar em "zona de conforto" eu te parabenizo, porque é uma das piores questões a se superar. Ter sempre a chance de mudar, pra mim, significa que Deus coloca você onde precisa estar, olhe em volta e veja quanta coisa linda e boa te aconteceu! No meu caso por exemplo, a falta dessa "mudança" me faz pensar em como minha vida é pequena, limitada... é como se eu não fosse necessária em parte alguma, e ficar aqui, onde estou por tantos anos a fio, em frente a uma mesa sempre costurando, costurando, e nem sempre tendo retorno, me traz uma angústia sem fim. Também tenho amigas virtuais, tanto no blog como no Face, mas quando se trata em desabafar, em sinalizar um estado de fraqueza, uma vontade de falar e ser ouvida, em compartilhar o que estou sentindo, vejo que as pessoas não estão interessadas, respondem qualquer coisa só pra dizer que leram, mas logo se mandam. Percebi que, na verdade, o Face não passa de uma fábrica de sonhos e desejos realizados, é como se a vida de todo mundo fosse sempre feliz e perfeita, daí que entrei na deles, também só posto coisas lindas de ver, boas de se ler, ainda que meu coração esteja cheio de rachaduras... E sobre a questão do boicote, sem comentários! Fiz um pequeno vídeo de míseros 5 minutos que me mostraram quem era amigo de verdade e fiquei atônita em descobrir que as pessoas que eu mais me identificava simplesmente sumiram, ou pior, ignoraram e deixaram de entrar em contato, curtir ou simplesmente ficar feliz com uma coisa tão simples.Isso doeu muito. Trabalho com tecidos, é minha grande paixão, mas luto com muita dificuldade, nunca consegui fazer uma parceria que desse certo, e frequentemente encontro portas fechadas. Trabalho sozinha, orçamento apertado, imaginando se esse mês vai ou não... Você ter se mudado, ainda mais pra um lugar desconhecido, te dá a chance de sempre recomeçar, de fazer novas amizades, contatos, encontrar um novo desafio! Ficar onde está por muito tempo faz com que a energia fique estagnada (água parada apodrece...)e creio que agora você tenha encontrado um novo caminho a percorrer. Fico daqui torcendo por seu sucesso em todos os setores de sua vida, e troça por mim! Pra que um dia desses eu escreva dizendo que as coisas mudaram de uma forma positiva e que vou recomeçar com mais força, mais coragem e mais alegria! Um beijo grande! Vy
retalhinhochic.blogspot.com.br
Face: Vy Potel

Afe!!!
Parece que estou lendo o post da sua vinda, que nem parece que faz tanto tempo...

A melhor parte da sua vinda foi o NOSSO crescimento: meu, seu, da Adri. Os círculos que se formaram graças a sua vinda. O tanto que nós aprendemos juntas.

Obrigada Tays, "minha irmã, conselheira, ouvinte, meu ombro, minha gêmea de valores e estilo de vida".

Um beijo amore!

Joice Almeida disse...

Tays, desde que te conheci pelo meu antigo blog, sou MUITO FÃ de seu trabalho e de sua postura. Te admiro muito, guria! O que mais acho especial em você é sua capacidade de viver tudo com intensidade, capricho, honestidade de sentimentos, princípios e valores. É muito caprichosa e dedicada em tudo o que faz. Uma guerreira! Te admiro demais! Bjão no coração com muito carinho. Que Deus continue os guardando e protegendo do mal, dando a direção, o auxílio e a provisão em tempo oportuno. <3

Renata disse...

Oi Tays !

Fiquei emocionada com seu desabafo/depoimento, suas palavras...nem sei dizer...
Incrível ver a sua força e sua resiliência. Sua coragem em tocar em frente apesar de todas as dificuldades.
Desejo que as turbulências acalmem e que você possa enfim curtir os louros do seu esforço e sucesso.

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Adriana disse...

bjs bjs pra vc, meu eterno amor da madrugada... vc está tendo o sucesso que merece, melhor ignorar gente que tem medo da competência alheia... querem sugar sugar sem dar nada em troca. bjs e se cuida.

Amiga abençoada, enquanto eu lia seu post, foi passando um filme. O início, as amizades, a família que ganhei de presente, os momentos de angustia, raiva, decepção (esse foi o que mais te fez crescer e acreditar ainda mais no seu trabalho), mas acima de tudo, os melhores momentos que pudemos viver enquanto esteve aqui. Momentos de tantas palhaçadas e risadas que só de me lembrar começo a rir sozinha, e tenho certeza que você também (restaurante japonês, conveniência na beira da estrada, todos os posto de pedágio, Telma e Louise, ...), comilanças, crianças, enfim, nossa história. Obrigado por ter vindo a Cambé, obrigado por ter postado aquele cartão lindo que amo de paixão. Obrigado por fazer parte da sua vida. Que Deus esteja sempre com você e sua família, que aos poucos tudo volta ao normal, que cada coisa tem seu tempo, que tudo se resolve.
Te amo de coração, bjs...amiga.hiper.mega.ultra.power.poderosa.com.

Beth/Lilás disse...

Olá, Tays!
Eu não faço parte do seu mundo de blogueiras artesãs, mas sou mais uma blogueira nesta rede que se alia a pessoas do bem e para o bem.
Li o seu texto ouvindo músicas de relaxamento e yoga, me emocionei pensando na pessoa forte que você é e o quanto tem lutado e passado com resiliência e altruísmo tudo isso. Admiro pessoas assim que vão à luta e fortalecem laços de família e amigos verdadeiros. Parabéns, que Deus abençoe sua nova empreitada e que você tenha bastante tempo para escrever em seu blog, pois escreve de uma maneira clara e bastante interessante, prende o leitor.
Se quiser, de vez em quando, ouvir músicas como estas que estou ouvindo, clique no link abaixo, vai ajudar neste momento de transição.
Sucesso, garota!
um super abraço carioca


(Conheço um pouco esta região de Maringá, pois meu filho estudou aí na UEM e fui por diversas vezes nesta longínqua cidade do sul. Gosto da terra vermelha desse chão paranaense!)

Beth/Lilás disse...

Ahhh o link das músicas de relax e yoga:

https://www.youtube.com/watch?v=-4G4VJBxuME

Giane disse...

Tays Rocha, a moça dos guardanapos... foi assim que te conheci no face. Vc fez meus dias melhores, já conversamos sobre isso. Te desejo muita saúde e sucesso. Tenho um carinho enorme e gratuito por ti desde nosso primeiro contato. Creio que nossos caminhos não se cruzaram por acaso. Obrigada por existir em minha vida, mesmo que virtualmente. Obrigada por me incentivar e me fazer uma pessoa melhor. Parabéns pelo reconhecimento, vc merece muito mais. Deus te abençoe e proteja. Bjs ruiva linda!! Aguardando nosso work em SP ansiosamente.

mara oliveira disse...

Você é uma pessoa muito especial e pessoas especiais sempre brilham.....

Quanto a voltar pra casa, não tem nada melhor é o desejo do meu coração voltar pra terrinha, perto da família.. .quem sabe um dia eu consiga e a gente pode se ver de novo... beijus e seja muito feliz...

Mariana disse...

TaYS.
Você é féra!!!

Judilita Cavalcanti disse...

Parabéns pela linda trajetória, vá em frente querida com muita força e fé. Um xero!!!!!!!!!!!

Maria Inês disse...

Você é grande, menina!
Força , fé e coragem!
O sucesso é consequência.
Grande abraço e muito carinho.

Anônimo disse...

Tays, vc é uma mulher guerreira. Invejo( no bom sentido) vc. Mas se Deus quiser, e Ele já tá querendo, vc vai dar a volta por cima. Seja feliz e continue sendo como vc é: bastante corajosa e.... guerreira. Bola p/ frente amiga e q Deus a abençoe. Abraços Lourdes

Márcia Kamano disse...

Senti falta dos seus posts Tays e depois de ler este depoimento só posso concluir que vc é uma lutadora, guerreira!!! Força sempre menina!! Vença cada batalha..... uma de cada vez!! Saiba que estarei sempre torcendo!
beijos carinhosos

Ana Lúcia disse...

Oi Tays Amiguinha virtual mas na verdade, amiguinha do coração!!!
Vc entrou no meu coração desde o tempo do grupo da Márcia, quando um dia em desabafo falei da minha dor de saudade do filhote em Guarapuava e vc prontamente se prontificou a me ajudar...etc!!! Fui no ateliê na tentativa de te encontrar,entregar castanhas e docinhos nordestinos...mas in felizmente não te encontrei, mas estava lá sua mãe gentil!
E de lá pra cá,não desgrudei de vc aqui no face!Vc faz parte da minha vida, me ensinando a ser forte, guerreira,amar,vencer!Que Deus lhe proteja sempre!Desejo muitas Bençãos para vc e família!
Saúde, Sucesso na nova temporada!!! Bjs!!!

Ana Kroetz disse...

Tays querida! Esse período de mudança foi muito além, foi uma viagem em busca da Tays que você não lembrava ser...Orgulhosa demais dessa minha amiga, desabrochada e forte, bela e guerreira!
Que o bom Deus te abençoe e acompanhe na nova virada de rumo...
Beijinhos carinhosos, Ana

Verinha Bezerra disse...

Fiquei comovida com seu sofrimento, mas feliz por voce conseguir superar os percalços que aparecem na vida da gente prá nos testar, e voce, uma mulher guerreira, não seria diferente.
Que voce seja muito feliz no seu novo lar, que voce volte a nos presentear com suas idéias, seus trabalhos! A sua garra nos dá um exemplo que tudo que nos acontece. é sempre uma prova de Deus para nossa elevação.
Felicidades sempre, melhoras na sua saúde!
Um grande abraço fraterno!


Verinha Bezerra

Nilza Toledo disse...

ôooooo pessoooooaaaa!!!vc merece tudo de bom.Amei seu dasabafo,me senti um pouco sua amiga de bem perto,admiro ainda mais vc..Abraços fraternos para vc e sua família.

Marisa de Fátima Rodrigues disse...

Cara Thays,
Fiquei sensibilizada e encantada pela sua "volta por cima",você é um exemplo de mulher, rara
nos dias de hoje.
Boa sorte e que Deus te ilumine hoje e sempre.
Um abraço,

Marisa

Mary Azeredo disse...

Querida Tays, você é uma pessoa especial e muito iluminada por Ele...que com certeza te ajudará a abrir mais e mais portas.
Seja muito feliz nessa nova etapa da sua vida. Você merece muitoooo!
Bjkas de sua fã de muito tempo...
Mary

Silvana Marques disse...

Tays
Nossa que desabafo....gostei...
Pena que não tive tempo de ir fazer um curso seu.
Sou amiga da Andreia Malagutti que fez aulas com vc em Cambé.
Moro em Londrina,mas já morei em Curitiba e amo esse lugar.
Hoje mesmo falamos de vc na loja da Andreia.rrsrsrsr muito bem claro.....
Bjos e boa sorte pra vc !!!
Boas Artes!!!
Silvana MArques

Cristina D'Ávila Charpinel disse...

Oi, ta sofrendo com o frio aí ? Ouvi agora no JN que aí ta 5 graus brrrrrrr. Tudo de bom no seu retorno! Seja muito feliz, depois te escrevo mais pois meu sonho e viver da minha arte como vc.
Bj, Cristina

Vera Sarmento disse...

Mulher,


Você é linda, maravilhosa, guerreira e só merece aplausos.
Não admiro só seu trabalho. Admiro sua espontaneidade, sua sinceridade e tudo o que você faz.
Não ligue para a torcida do contra (pura inveja!!!...).
Você é muito superior e que Deus abençoe você e toda sua família...sempre.
Um grande abraço,

Vera

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...