Das mudanças que a vida nos impõe, e um pouco de arte

22:37 Tays Rocha 41 Comments

Boa tarde! Estive ausente por uns diazinhos e quando chego quase morro de amor, um monte de emails me perguntando cade eu... heheheh e recadinhos nas minhas casas virtuais, vocês são umas fofas!! Eu estou bem, todos estamos bem, eu apenas viajei, tirei uns diazinhos de folga, porque não só descansar o corpo, mas relaxar a cabeça também é preciso, e confesso que eu estava no meu limite de tudo, viajamos na quarta e tiramos todos esses dias prá resolver algumas coisas e também prá passear. Venho há semanas falando no blog que estou passando por uma fase meio delicada, de transformações, mudanças, decisões... decisões essas que implicam numa mudança grande na minha vida.  Hoje resolvi falar, contar à vocês a minha nova fase, já que vocês estão aqui diariamente me fazendo companhia.


Eu estou de mudança, e não é virtual ;o( meu marido trabalha no setor de logística de uma empresa e foi transferido prá Cambé, uma cidadezinha que fica a 20 Km de Londrina, no norte do Paraná. Só que a minha agonia vinha da demora em tudo se resolver, na verdade, tudo ainda pode mudar, mas preferi trabalhar com o que temos e esquecer as outras possibilidades, antes que eu enlouqueça de verdade. De início fiquei triste, e por vários motivos eu não queria ir... não queria deixar minha família, afastar as crianças dos avós e tios, não queria deixar minhas amigas, minha casa que é grande, espaçosa, ensolarada, com os ateliers e toda reforma projetada pro meu trabalho. Não queria deixar meus sonhos, os sonhos que eu sonhei serem realizados aqui. Temi pela readaptação de todos, das crianças, a nossa, da nossa família com nossa ausência. E o que mais me afligiu foi meu lado profissional, todo um trabalho que eu venho realizando ao longo desses anos, e só agora eu vinha realmente colhendo os frutos, temi por começar tudo novamente, numa cidade onde não conheço ninguém, onde tudo é novo e diferente prá mim, onde estarei completamente sozinha e sem suporte algum, com duas crianças que dependem integralmente de mim, ou seja, se hoje eu já deixo de fazer tantas coisas que eu gostaria por isso....

Na metade do caminho...

Mas a questão é que a gente cresce, vira gente grande e não há outra escolha a não ser amadurecer e aceitar o que não pode ser mudado, chorar não resolve, se abater, ficar triste também não. Creio verdadeiramente que à partir do momento que a gente casa, nossa família é o marido, e em seguida os filhos, e só depois o restante, e por ser assim, vamos até onde for preciso, mas juntos. Nunca fui de ficar agarrada em barra de saia de mãe, casei, cortei o cordão. Meu marido cogitou de ele ir e nós ficarmos, e ele voltar nos finais de semana, são 400 Km de distância e não faz o mínimo sentido, até porque Londrina é a segunda maior cidade do Paraná, entendam como uma mini Curitiba, tem de tudo, super desenvolvida e com boa qualidade de vida. E eu tenho trauma de distâncias, já namoramos por 4 anos antes de casar separados por 250 Km, e não eram fáceis as indas e vindas semanais e agora com as crianças, fora de cogitação.

Junto com isso tudo, muitas coisas aconteceram prá que eu me sentisse assim e ao seu tempo tudo está voltando ao devido lugar e eu estou mais calma também, e menos ansiosa. Um pouco antes da feira, resolvi conversar com a minha gerência da Toke e Crie e me colocar à disposição da empresa, já que eu sabia que nessa região temos demonstradora, uma amiga querida que é a Consuelo. Fiz isso com o coração partido, porque além de amar meu trabalho, eu gosto muito da empresa, das pessoas e da forma como eles nos conduzem enquanto profissionais, mas não podia mais prorrogar, caso eles quisessem colocar alguém no meu lugar, precisariam de tempo também. Foi então que minhas chefes poderosas me retornaram dizendo que eu não sairia, que eles achariam uma solução viável prá mim, não importando prá onde eu vá, mas que eu não deixarei de usar o avental da TeC e muito menos usaria o de algum concorrente, pensem numa pessoa metida, meu marido me aguentou um dia inteiro.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Eu fiquei feliz de verdade, porque é importante prá mim, se não fosse isso eu teria outras oportunidades, já tenho convite em aberto prá dar aulas de artesanato em Londrina, poderia voltar a exercer minha profissão de farmacêutica hospitalar, o que mais tem em Londrina é clínica e hospital... rsrs, poderia voltar a dar aulas na área de saúde e manipulação como fazia em Guarapuava. A questão é que eu prefiro continuar trabalhando da forma que estou, é a minha escolha, e eu agradeço à Toke e Crie, que mais uma vez se mostra humana, generosa e compreensiva. E é com muito orgulho que eu digo que faço parte da Família Toke e Crie, que é como eles se referem à nós. Isso foi prá mim uma preocupação à menos e confesso que metade da minha tensão se residia nisso. À propósito, eles não contratarão ninguém pro meu lugar, a Taninha passará a atender os meus clientes, conversamos todos e achamos que dessa forma será melhor para todas as partes.

Claro que nem tudo são flores e o Leo está com dificuldades de adaptação à isso tudo, teve queda de imunidade, está muito irritado, manhoso, por vezes agressivo, tanto que ele nem quis ir junto prá conhecer a cidade e as escolas, e nós deixamos, achamos por bem não forçá-lo nesse momento. Essa semana vamos consultar com a pediatra e também conversar com uma pedagoga, prá nos ajudar a lidar melhor com essa mudança toda e com tudo que está deixando ele assim aflito. O Leo era neto único dos meus pais aqui em Curitiba (porque tenho outros né? kkkkk) e dos meus sogros, até que a Mariana chegou. Toda a atenção é deles, todo o carinho, os mimos exagerados de todos, dos tios e tias, meus cunhados, padrinhos. Ele está inseguro, assustado e se nem eu quero ir, não é ele que está querendo né? Perfeitamente compreensível...

Meu marido se vê responsável por tudo isso, mas também sem maiores opções e alternativas, é trabalho, não é brincadeira, dele dependemos  nós todos. Nos dias atuais, não dá prá trocar o certo pelo duvidoso, ou abrir mão de um bom salário e vida estável e confortável prá se arriscar a permanecer, é uma troca muito arriscada prá quem tem filhos e quando o mercado de trabalho não favorece ninguém. E aí quando eu ouço que dinheiro não compra felicidade eu rio... ele não compra, mas que junto com outros fatores e valores na vida da gente ele traz felicidade, ah... ele traz sim, bem  como nos traz paz, sossego e concretiza boa parte dos nossos sonhos. Dinheiro usado na dose e medida correta e dando à ele o devido valor, não deixando que ele se sobreponha à sentimentos e pessoas é o que há de bom e tenho dito! Ainda estamos aguardando uma outra possibilidade, mas ainda o silêncio nos maltrata... e como diz minha mãe, acalme seu coração, é no silêncio que Deus trabalha... mas vem fazer meu coração agoniado entender isso... não tá fássio não minha gente!


Discrição foi ali, dar uma volta e não voltou... contando os dias prá pintar novamente ;o(

Tudo isso, mais alguns probleminhas pessoais que todos temos e outros que só eu tenho, tipo uma cor de cabelo que transcende todas as barreiras da discrição #sofro, toda expectativa da mudança, decisões importantes como: decisão dos colégios prás crianças, venda ou aluguel da casa? o que fazer? Eu tenho que estar lá na primeira semana de dezembro, ou seja... está em cima! Tudo que envolve uma mudança de cidade, os trâmites de mudança de endereço, contas bancárias, cadastros, documentos... ai gente... podia ser mais fácil, né?  Além da mudança propriamente dita, do encaixotar, levar, e chegando lá tentar reencaixar tudo e colocar tudo no lugar... Esse final de semana eu visitei os colégios e pelo menos isso está praticamente decidido, me surpreendi com a qualidade dos colégios de lá, gostei demais e em alguns já não tinha mais vaga prá Mariana, como no Marista, que foi primeiro lugar geral no ENEM Paraná, e que seria a minha primeira escolha, mas vamos aguardar... ainda não perdi minhas esperanças. Também gostei do Colégio Londrinense, do Maxi e do Adventista que já conheço porque estudei lá uma parte do primeiro grau e sei como funciona, a ética e princípios, e gosto muito também. Acho que essa parte e do imóvel em si é o que mais pega...

Agora estamos no impasse da venda ou aluguel da nossa casa, e tentando achar algo que se enquadre nas nossas necessidades em Londrina, me assustei um pouco com duas coisas: o trânsito tão pesado quanto o de Curitiba, veloz e muito mais imprudente por várias coisas que pude perceber, e com o preço dos aluguéis de lá que está batendo lado a lado com os daqui e eu achei que seria menos valorizado, prá vocês sentirem um pouco do que falo... Um apartamento básico, sem luxo, com 03 quartos, sala, banheiro cozinha, e copa, 1 vaga de garagem, no centro, fica em torno de R$ 1.200,00 de aluguel e mais R$ 300,00 a R$ 500,00 de condomínio, vimos vários e vários nessa faixa de preço e o que me agonia mais é que todos são infinitamente menores que minha casa e eu não sei o que vou fazer com as minhas coisas e com o meu atelier ;o( apartamentos com 04 quartos são raridade, pelo menos no preço que podemos pagar. 

Sei que muitos vão me julgar por esse desabafo, já pensei sim pelo lado positivo, poderia ser uma demissão e não uma transferência, como disse meu marido, vamos recomeçar, redecorar a casa, fazer novos amigos, conhecer novos lugares e ter novas oportunidades.... aham... eu sei disso, mas a questão é que sou humana e é muito difícil você deixar prá trás coisas pelas quais você tem apego, pessoas, sentimentos, amigos, família, meu atelier, meu canto, minha casa, meu jardim... são pequenas coisas que fazem sim toda a diferença na minha vida. Num primeiro momento tive um tempo de rebeldia, mas agora já estou mais simpática com a ideia e sei que tudo vai ficar bem e dará certo, tentando, mas essa arte de ser Poliana, definitivamente não me cabe, eu prefiro lidar com o lado mais real e concreto da realidade, assim vou sabendo o que me espera e não vivo perdida num mundo paralelo, que em nada me ajuda a resolver meus problemas, penso com otimismo sim, mas enquanto isso, também corro atrás e faço minha parte, porque a vida é real, é de realidades que a gente vive.

Tudo beleza? Então vamos? Saindo de Curitiba com 10º


No meio do caminho tivemos que parar e descascar a gorda toda, que se entregou pro calor.... 32 º

No mais, eu amei a cidade, tem parque, tem shopping, tem boas opções em lojas e restaurantes, é uma cidade universitária e jovem, é movimentada, frenética eu diria, é bonita de se olhar. E eu, militante absoluta do calor, estranhei... gente... saimos daqui com 10º e chegamos lá com 32º, no meio do caminho falei pro meu marido parar porque eu precisa me trocar e trocar a Mariana... na volta saímos de lá com 30º e chegamos aqui com 13º, e é um calor diferente daqui, é um calor seco, um sol que torra, terra vermelha... roupas brancas prás crianças, never more... heheheheh. Dormíamos em trajes menores, ínfimos, porque não aguentava o calor e não quis ligar o ar por causa da Mariana, achei melhor não arriscar, e aqui a gente dorme com um edredom enorme e mais um cobertor. Eu amo o calor e o sol, e sei que me adaptarei rapidinho ao clima.
Obrigada Pati, pelo teu carinho conosco ;o)
 
A única pessoa que eu conheço em Londrina é a Pati, minha amiga querida, nos conhecemos há uns 7 ou 8 anos não sei bem, e há uns 4 anos atrás ela passou aqui em Curitiba e veio me conhecer, me entregou um presente super fofo. Há uns dois anos atrás ela veio fazer um curso com a Cristiane Bicudo e eu a hospedei aqui na minha casa, ela pode ver de perto a loucura que é a minha vida, mas até janta e café da manhã eu fiz, sou fofa? kkkkkkkkkk. Assim que chegamos, liguei pra Pati e combinamos de nos encontrar, fomos num restaurante lindo, chamado Casarão, comemos pizza, conversamos sobre a cidade, sobre os colégios, sobre as crianças e artesanato. Os maridos também se deram super bem e conversaram sobre o que... eu não sei, porque não prestei atenção... kkkkkkkkkkkkk. Fui esperando ver crianças pequenas e tomei um susto quando vi as crianças dela, estão uns moços!! E eu estou ficando velha ;o( . Pati querida, obrigada pela tua ajuda com as indicações de colégios e imóveis e por ter sido tão querida indo nos ver, você é uma pessoa especial e espero que em breve possamos estreitar essa amizade que é separada apenas pela distância, mas tenho um carinho imenso por você!

Momento Artesanato

Entrada do restaurante Casarão, móveis rústicos de madeira de lei e mosaico.

Quando vi esse ambiente só consegui lembrar da Margaretss, porque sei que ela ia gostar de ver, queria fotografar o outro lado, mas tinha gente sentada ;o( gente inoportuna, né? kkkkkkkkkkkkkkk

Detalhe do mosaico da fonte, ao fundo.

Verooooooooooo, não te esqueço mas é nunca!!! Trabalho rústico, com cacos de azulejo e rejunte, gostei demais do estilo solto e dos desenhos.

Topiaria de Pipocas

No restaurante do hotel, vários vasos com frutas e topiarias de pipoca, além de muitas telas com pintura de temas nordestinos. Gostei demais!

Mosaico na piscina do hotel, Vero eu te dedico!!!!!! Com meu carinho e muito obrigada por tudo!

Um mosaico lindo, enorme, colorido, de sol, calor, verão, que é como eu gosto das coisas na minha vida. Que é como eu quero meus dias daqui prá frente, só de saber que estamos na primavera, meu ânimo, meu humor e disposição já são outros. Eu me revigoro, me revitalizo e me sinto energia pura! E dedico esse sol lindo à todos vocês que caminham comigo e torcem por mim, que me fazem ter prazer de vir aqui blogar e continuar acreditando nas amizades, ainda que à distância. Esse é um beijo de luz prá vocês, que tenho certeza, sabem extamente quem são ;o)

Amou o "chiqueirinho" ficou horas se jogando e pulando... minha sapeca.

Esperando a mamãe e o papai se arrumarem prá tomarmos café da manhã.

Depois de um dia todo vendo colégios e berçários... cansei mãe!

Mariana deu um pouco de trabalho, teve dificuldade prá dormir fora do berço, estranhou o calor, fez muita manha porque não aguentava mais ficar presa na cadeirinha... eu cantei Galinha Pintadinha umas 1000 vezes, e em alguns momentos nada resolvia, foi cansativo digamos assim. Sair é bom, descansar é bom, mas voltar prá casa não tem preço... minha cama, meu chuveiro, minhas coisas... bom demais!

Então é isso, esse é todo o motivo do minha ausência, do meu débito com vocês em relação aos blogs, da minha impaciência e ansiedade, da minha angústia e insegurança... agora vocês já sabem, e só peço que orem e torçam por mim, prá que as coisas se resolvam da melhor forma possível, prá que todo esse processo de mudança flua naturalmente e prá que consigamos nos readaptar com facilidade. É o que eu tenho pedido à Deus todas as noites, além de paz, calma e serenidade prá lidar com todas as coisas que afligem meu coração nesse momento. E também estou melhor da crise que tive, a maior de todas que tive até hoje, me fez parar prá pensar. O melhor remédio pro stress é sem dúvida alguma o descanso, aliado ao carinho daqueles que são importantes prá nós. Ontem eu passei o dia inteirinho aqui, mas no meu universo particular... arrumando e organizando meu pc, relendo e deletando algumas postagens antigas do blog, repostando imagens que quando importei dos outros blogs se perderam, ouvindo músicas que gosto e relendo coisas que me fizeram muito bem sempre. Hoje eu recomeço a me organizar na vida bloguística, estou em débito com tantas pessoas, daqui a pouco vou pro Serasa da blogosfera... kkkkkkkk.

Essa semana de pausa foi necessária e essencial prá ajeitar tudo aqui dentro e lá fora ;o) quero fazer isso mais vezes e em intervalos mais curtos de tempo. E me despeço por hoje com essa música que adoro, porque elevar o astral também é preciso!


Beijos e boa semana ♥

Leia também

41 amigos comentaram, comente também!:

Taninha disse...

Putz!!! Agora acho que tá quase na hora de chorar... vou te ligar... na verdade precisava te ver... (suspiros). Já to com saudades!
Bjsssssssssss
Taninha

True Colors disse...

... que noticia boa !!! ( acho que é assim que eu devo começar meu recadinho... mas juro que não é assim que estou pensando... )
Sou uma leonina... cheia de apegos... ( que coisa mais feia eu sei ) , ler seu post hoje foi difícil... porque sempre me coloco no lugar da pessoa que esta escrevendo... e senti o tempo todo um frio na barriga...
Mas descobri nesses 38 anos que todas as mudanças que aconteceram comigo foram ótimas... cheias de boas energias... Oxalá realmente sabia o que estava fazendo comigo... eu é que sempre fui resistente... bicuda... medrosa !!!
Tays !!! sinto o que vc sente.... Mas acredite o Cara la de cima esta do seu lado.. e não contra vc !!!
Tenho certeza que vc vai conseguir vencer mais esse desafio... como tantos outros que vc ja VENCEU e sei que foram muitos !!!
Qdo vc sentir segurança com a mudança o Leo tb vai se sentir seguro e vai saber que esta com a familia dele.... aquela que não se troca... só muda de lugar !!!
Tb fiquei feliz com a postura da Toke e Crie, e não esperava outra... Ja que essa empresa tem e é de uma qualidade e respeito enorme !!!
Conte comigo !!!!
E vamos levar True Colors para Londrina !!!!!!

Um beijo bem grande...
Vou ligar para te dizer o qto te Amo !!!!! rsrsrs

Lu True Colors

Soraia Melo disse...

Amiga querida, como entendo seu desabafo!
E posso te assegurar que voce vai se adaptar muito bem e seus filhos também!
Imagine o meu caso...vim para os EUA sem falar ingles, minhas filhas tb nao e fora logo para a escola! Quer maior medo que esse? e olha, em menos de 6 meses ela ja estava como uma crianca americana, me ensinando tudo :)
Claro que sentem falta das avos, mas a internet tem seus avancos que unem..o msn fica o dia todo ligado aqui :)
Fique firme, que logo logo tudo passa e vc vai ver que nao foi tao ruim assim :)
Enjoy a caminhada!
beijinhos querida e conte comigo pra desabafar :)

Indy disse...

Oi amore!
Não é fácil, eu sei, mas como vc disse, entrega na mãos de Deus, que ele dará jeito.
A Pati é uma fofa né??? Ao menos vc poderá contar com ela.
Ah...e olha só, vc não vai ficar livre de nós não senhora, hehe, de vez enquando viajo para aqueles lados. E adivinhe???? Irei te visitar, hahaha.
Me liga ruiva.
Bjossssssssssssssssssss

Margaret disse...

Li tudinho porque te adoro, porque te entendo e porque quero te dar forças.
Mudanças assustam mas a energia se tiver sempre em movimento so faz bem.
E energia (das boas) voce tem demais. Tenho certeza que voce vai conseguir superar todas as suas ansiedades, vai conseguir resolver tudinho e daqui um ano voce vai estar rindo por todo este momento quase traumatico.
E eu fiquei aqui pensando em teu atelie lindaooooo... oh ceus, xo mudar de assunto...rs..
E no meio de tudo isso tu lembrou de mim e da Vero e tirou fotinha.
Não é muito amor na nossa vida?
ah...e preciso dizer duas coisas:
1: Adoro mulher perua, assumida e chamativa....rs
2: Que Mariana é essa gente? que menina que ta cada dia mais linda, estilosa, gostosa, charmosa e tudo que terminar em "osa" e for legal.
Força nessa peruca vermelha mulher... vai dar tudo certo.
Te adoro do fundo da minha alma.
beijosss

Ju Ramalho disse...

Querida amiga do cabelo e coração flamejante e luxuriante,


Eu passei por algo parecido, e por duas vezes e estou indo para uma próxima!

Me vi no seu post, pq eu tive que deixar, minha carreira na minha área, meu emprego de funcionária pública, minhas palestras, e outras coisas mais que me faziam me sentir super up! Aliás como é bom sermos reconhecidas não é mesmo? Pois é. Mudei de estado, marido transferido. Deixei meu apto, minha cidade que nem era minha que era dele e que aprendi a amar como se fosse de tantas oportunidades me deu. Familia minha é pequena, mora na cidade perto há uns 40 km de Piracicaba, que é São Pedro. Sou do Estado de SP. Sempre me vi solta no mundo, batalhei desde cedo. E quando me vi estabelecida tive que deixar tudo. Angústia, raiva. Ansiedade. Nervoso tudo isso passei e ainda passo.

Não é fácil nos readaptarmos. Ale teve uma oportunidade excelente aqui onde moramos agora, que felizmente ou infelizmente o dinheiro não compra felicidade claro, mas proporciona estabilidade, e organiza o futuro que é o que ele está fazendo no momento. Aqui nem chega perto as codições de trabalho minha que eu tinha, aliás eu até parei pra me cuidar.

Tudo me angustia, moro super bem no litoral, 8 mintuos da praia. e 20 km da cidade. maravilhoso, mas falta de toda estrura médica e na minha área que vc possa imaginar.
Fora outras coisas.
Diante disso vamos nos mudar novamente, ele está tentando se transferir, mas será talvez se der certo pra outra cidade em outro estado, não o meu.

Então que hoje vejo que Deus não nos tira coisas, ELe nos livra delas e proporciona novas!

Vendo pelo lado positivo ( pq sinceramenente eu nem conseguia ver) vejo que foi bom eu estar longe de tudo aqui, sem acesso a vida que eu tinha, as comodidas, e facilidades de cidade metropolitana que eu estava acostumada e até do convivio social.

Ficamos mais juntos, mais amigos do que nunca, já que é eu e ele e só. Ficamos fortes e amadurecemos a relação. Eu aprendi a viver com menos, e ser mais simples. Não tme outro jeito rs.

Mas o que hoje vejo é que toda mudança por pior ou melhor que seja sempre tme um propósito e eu hoje vejo qual é... falamos isso ontem aqui em casa. Que bom. Eu quero me mudar. Mas vou encarar agora de uma nova perspectiva. Vou talvez pra uma cidadezinha no MS, mas na divisa com SP, onde poderei ter acesso a algumas horas as coisas necessárias pra mim. Fazer o que né amiga. Não é como eu queria. Mas amei o comentário de seu marido " pense que é uma transfêrencia, ninguém perdeu o emprego" mais ou menos isso que ele disse rss...concordo! Ale fala a mesma coisa.

Sei que vc tem as crianças. Diferente de mim. MAs para elas será lá na frente algo enriquecedor. E pra vc! Que pode ter o reconhecimento total de sua arte e de sua pessoa! Que bom!

Estamos juntas!

Bjo e desculpe pelo post/coment! rsss

Cláudia disse...

Meu coração fica apertadinho ao ler essas coisas...sei o que é morar longe de tudo e de todos...até meus filhos foram morar perto dos meus irmãos e me deixaram por aqui.
Penso que sua mãe tem razão: Deus trabalha em silêncio, enquanto nos afobamos e nos preocupamos Ele está agindo! Vamos rezar e pedir à providência Divina que tudo saia como Deus planejou...a peleja é Dele, a nossa parte é orar e esperar.
Vocês são jovens e já conseguem vislumbrar a tal luz no fim do túnel...
Fica em paz!
Bjo grande

Carine Gimenez disse...

Tays
Eu sabia que você estaria ausente,indo visitar Londrina,você havia comentado.
Seu marido tem toda a razão,antes uma transferência que uma demissão,porque o mercado de trabalho é cruel.
Eu sei que não é fácil,mas Deus sabe todas as coisas.Tudo dará certo.
Assim que você se acalmar,se "acostumar",as crianças também acalmarão.
Fico aqui na torcida,esperando tudo se resolver breve e de forma feliz.
Beijos.

PS: A gorda está cada dia mais linda!!!

doris disse...

Acho que vc deve se acalmar, fazer s ua parte e deixar que a vida tome seu rumo da forma que ela ache que melhor convenha à vc e sua família. Só não perca a esperança na vida, pois em cada curva q ela dá muitas vezes encontramos caminhos excelentes que nos levam aonde é melhor p nosso destino. Bjos e boa sorte em sua nova city. Doris

Cecinha disse...

Felicidades no seu novo lar.Que tenhas grandes realizações em sua vida junto com sua família.
Deus vos abençoe.
Bjsssssss

Welize Archas disse...

Tays,

Muita sorte nessa nova fase...vai dar tudo certo...vc nasceu para brilhar...
Eu conheci Londrina é uma cidade maravilhosa...meu cunhado fez uma mudança dessa para lá e se deu super bem...
Quanto ao Leo eu mudei de São Paulo para Araguaina ( Tocantins )...meu filho amou tudo e tinha mais ou menos a idade do Leo...eles fazem amizades rapidinho...
Vai dar tudo muito certo..vc merece...

bjs

Daí que eu li seu post de tarde, me emocionei, chorei e fui comentar do celular, e o comentário sumiu, que raivaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
Mas só de ler de novo a emoção foi a mesma, então vou escrever o que eu senti.
Te admiro demais por você ser tão forte e ter tanta coragem de se mostrar assim, pra gente.
Tá, tem vezes que a vida nos prepara umas surpresas mas acho que temos que ver as coisas como presentes de Deus, porque Ele sabe o que faz, e com certeza é o melhor pra vocês.
Sei que é fácil para mim falar, mas eu realmente penso assim.
E saiba que te amo e que estou sempre a seu lado, torcendo e rezando por vocês.
Aliás, to sentadinha do lado do telefone, esperando tu ligar... kkkkkkkkkkkkk
Tá, o te dedico solar me derrubou, como pode a gente se amar tanto sem se conhecer, né?
Te amoooooooooooooooo, e te mando luz e amor!!!
Beijosssssssssssss
Vero

Ai,ai,ai!!!
Como sofri aqui agora lendo o seu post!!!
Acho que no seu lugar estaria sofrento tanto quanto, mas espero que o seu coração se acalme, que tudo se resolva da melhor forma prá todos vocês!!!
Bjos!!!
MALU

Querida, nunca comentei, já passei por aqui, por termos o mesmo circulo de amigos virtuais.

O que posso dizer? Bem vinda aminha terrinha vermelha! Sim moro em Londrina, mais precisamente em Cambé, emendada em Londrina que os 20km entre os centros não aparecerem.

Tenho uma experiência parecida com sua. Já me mudei com a familia para Umuarama, super distante e sem conhecidos. Sobrevivi. A gente consegue, ainda mais quando tem amigos.

O fato de vc ter esta amiga aqui, já ajuda e gostaria de me colocar a disposição para te ajudar. às vezes não sabemos onde ir, que mercado comprar, onde encontra até farmácia.

Ficamos meio perdidos com novas quadras, ruas e nosso transito não ajuda mesmo.

Tays, pode me mandar um email, podemos trocar algumas figurinhas, até mesmo sobre Cambé, que é uma ótima cidade para se morar, mais tranquila e com Londrina a menos de 20 min de carro.

Bom, só espero que tudo dê certo e o que estiver ao meu alcance posso te ajudar.

Um beijo grande

Lindo .... triste ... e ao mesmo tempo corajoso!!! Você é demais! E só pra teu consolo acho que vamos nos ver mais do que morando na mesma cidade!!!! eheheheh de 2 em 2 meses meu marido está em Londrina e agora que você vai estar lá... eheheheheheheh adivinhou??? Beijoo, beijo

Alessandra disse...

Oi menina..
Vamos sentir sua falta por aqui, com certeza! Sei como deve ser difícil para vc. Eu sempre fui meio mala nas costas, mas para mim é mais fácil, não tenho casa... onde o vento soprar, estou indo...
Falar nisso, vou mudar tbm. Só de bairro, para uma casa maior. Mas vou..Te desejo toda sorte e qdo quiser visitar Curitiba vai ter muuuuuiiita casa para vc visitar né? E venha mesmo! Sempre que puder. Adoramos vc.
Beijos e não suma mais, ok?

Sueli Moraes disse...

Taís, poxa, isso tudo é muito complicado, mas, minha mãe sempre diz: "não há uma folha que caia sem razão..." Deus sabe o que faz. Claro, que como somo humanos, de carne, osso e muitos sentimentos sofremos muito com as mudanças. Mas tenho certeza que será para melhor, você vai ver! E você, guerreira e forte como é se adaptará mais rápido do que pensa e as crianças, então, se adaptarão muito mais rápido. O pior de tudo é o stress da mudança (ô coisa mais chata e complicada!!!),mas passa rápido e quando menos vc esperar já estará com tudo no lugar em um apartamento lindo.
Taís, muita força, coragem e fé em Deus, que Ele colocará tudo nos seus devidso lugares rapidinho!
Beijos

Marília Lopes disse...

Tays querida, chorei muito ao ler seu post!!Passei por isto uma vez e hoje te digo que foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida!!!
É muito triste deixar uma vida pra trás...eu sinto falta da minha casa até hoje!!Quando vou lá, meu coração fica cheio de felicidade, pois foi ali que meus filhos nasceram e passaram boa parte da infância...foi pra lá que fui quando me casei, foi lá que construí minha vida, fiz muitas amizades.Meus filhos sofreram, choraram muito e hoje amam esta cidade!Ainda mais porque meu marido ficou e viemos só nós três.E no fim deu tudo certo!!!
É muito ruim sair da nossa zona de conforto e o novo é bem isto...sair da nossa zona de conforto!!
Voce é uma pessoa maravilhosa...vai tirar isto de letra amiga!!!
Minha filha esta com os cabelos da mesma cor!!!
Sempre teve vontade de pintar...quando mais nova me dizia que queria ter os cabelos da cor dos cabelos da Ariel!!!!Adoro!!!
Beijooo

PATRICIA disse...

Tays, mudanças são necessárias e importantes a vida, que Jesus a abençoe....Parabéns pela linda familia.....e continue com SUCESSO!!!! SEMPRE

Querida Tays
Não se aflija, crise pode ser sinônimo de OPORTUNIDADES, já passei por isso e sei como é duro, uma cidade nova, sem empregada para ajudar, duas crianças, etc,etc....
Mas passsa.
Quanto a vender a casa, espere um pouco...
Você disse que seu marido pode ser transferido para o Mato Grosso, por isso espere...
Não largue seu trabalho, abra a possibilidade de dar aulas de Scrap por lá mesmo, procure parcerias. Você vai encontrar com certeza.
Mesmo aí todos devem saber do seu talento.
Vai dar certo.
conte com seus amigos.
Vanessa Tavares

Oi Tays..
As coisas não são tão fáceis e julgar a vida alhei tem gente que é mestre.
Concordo com tudo que disse e estou solidaria com sua dor.
Não é facil mas você é forte e uma mulher nota 1000 vai tirar de letra tudo isso. Desejo que encontre uma ótima casa pra ti e que venham novos projetos e novos alunos.
Uma coisa amei em tudo ter a sorte de ficar perto da nossa Patinha que é um doce de menina.
Ela é encantadora ..rs
Um grande beijo e muita coragem e sorte !

Oi Tays..
As coisas não são tão fáceis e julgar a vida alhei tem gente que é mestre.
Concordo com tudo que disse e estou solidaria com sua dor.
Não é facil mas você é forte e uma mulher nota 1000 vai tirar de letra tudo isso. Desejo que encontre uma ótima casa pra ti e que venham novos projetos e novos alunos.
Uma coisa amei em tudo ter a sorte de ficar perto da nossa Patinha que é um doce de menina.
Ela é encantadora ..rs
Um grande beijo e muita coragem e sorte !

Adriana disse...

Amiga,

Eu sou muito avessa às mudanças, então calculo muito bem o que vc sentindo... mas concordo com as amigas que isso pode não ser o fim mas um começo cheio de possibilidades, pra vc e para as crianças... tb concordo com sua mãe em não se apavorar... aliás, pq fazer tudo correndo? Vá fazendo as coisas aos poucos, deixe o Leo terminar o ano na escola que conhece, falta tão pouco... depois das férias vai ser mais fácil ele se adaptar; isso sem contar que com tempo contado entre levar e buscar na escola tudo fica mais complicado... quem sabe vc não encontra uma casa que possa tb ter um espaço atelier?
bjs

Ana Kroetz disse...

Olá,Tays!Vim me juntar à sua torcida...Creio que Deus encaminha o nosso destino, por isso coloca nas mãos d'Ele...
Onde vc for, levará seus maiores tesouros, e com seu jeito carinhoso de ser vai tirar amigos da cartola...
Deus te abençoe e encaminhe, iluminando sua vida e a de sua linda família!
Bjs,Ana

Amanda disse...

Vou te contar uma histórinha: o dono de uma empresa muito grande de calçados pediu para que dois vendedores fossem para a Africa verificar a possibilidade de abertura de uma nova loja naquele país. Um dos vendedores voltou no dia seguinte horririzado: chefe chefe abrir uma loja na africa será um fracasso! lá eles andam descalços!
Uma semana depois volta o outro vendedor: chefe chefe vamos abrir urgentemente uma loja na africa e será um sucesso pq lá as pessoas ainda não usam sapatos!!!

Eu penso que as coisas acontecem em nossa vida nos levam a optar por decisões e retomar os pontos de vista! Acredito q tudo vai da forma como a gente vê...
Mudanças sempre mexem com a gente... alguns possuem mais ou menos flexibilidade...
Espero q as mudanças de sua vida sejam boas! E que Deus abençoe sua família! Bjs

Bartinha disse...

Toda mudança é assustadora não tem dúvida, mas o que seria de nós se não mudassemos nunca. Nunca mudar de opinião, de cor do cabelo, de lado da cama. Sei que sua mudança é muito radical já passei por ela algumas vezes, e todas as vezes, embora já devesse estar acostumada, ficava aquele vazio em mim. Mas a verdade, é que o vazio e bom, pois onde é vazio tem espaço pra ser preenchido, e é isso que vai acontecer.
Vc com seu jeito carinhoso e carismatico rapidamente, vai conquistar novos amigos, visitar novos lugares, que em breve serão seus prediletos e tudo mais se ajeitará.
Aprendi com todas as mudanças, que é preciso deixar acontecer, e estar aberta para se surpreender com o desconhecido, se debater não adianta. Choramos, resmungamos, debatemos, isso é super necessário, faz parte do processo. Passado essa fase, abrace seus filhos, seu marido que te ama, e vai aproveitar essa nova aventura que Deus colocou no seu caminho.
Bjs.
Boa Sorte.

samantha prata disse...

Pois é amiga,conversamos um pouquinho sobre essa mudança no twitter e sei como deve estar sendo dificil pra vc...eu ainda to tranquila pq é tudo nao passou de hipoteses,por enquanto,entao não vou me estressar..mas mudanças podem ser positivas,acho que vc esta vendo só o lado negativo por saber que o leo naop ta gostando,me coloquei no seu lugar,e ja vi que aqui tb nao vai ser facil...essa idade dele é complicada.meu mais velho tem 7 anos e reajiu mal qd soube da possivel mudança tb,mas so vou me estressar com isso mais pra frente...rsrsrs....comece a pensar mais nas coisas boas que podem acontecer...londrina é uma cidade linda,gostosa,o povo maravilhoso, quente,com bons lugares,acho que nao é dificil de acostumar nao...e concordo em tudo qd disse que dps que casamos nossa familia passa a ser outra,infelizmente é assim,mas ninguem deixara de pertencer a tua familia so pq estarao mais longe um pouco...a distancia é grande,mas da pra visitar tranquilo...se eu permanecer aqui,vou la te visitar...rsrsrs...amiga,força, deus sabe o que faz e se essa mudança entrou na tua vida,pode ter certeza que nao por acaso...tudo tem um proposito...se precisar de alguma coisa grita...nao nos conhecmos,mas moramos perto e quem sabe nao seremos visinhas...rsrs...bjs

Fico muito feliz e comovida com os seus e outros comentários a meu respeito, da Indy, da Lika, elas é que são umas queridas.
Eu é que tô achando tudo festa, né!! A Milena tá só esperando pra fazer aulas de scrap com a tia Tays!!
Mas vc vai ver que não há de ser nada, naum... aqui na mini Curitiba o pessoal, como o clima, é mais caloroso!! Vc vai ver!! E conte comigo, estou aqui às suas ordens!
Bjsss...

Fabiana disse...

Amiga!

Só quero te dizer uma coisa:

"Estou torcendo muito por vocês!"

Nossa vida é cheia de surpresas, mudanças, desafios, aventuras... Não tenha medo! Confie em Deus!

Beijo mega carinhoso pra vcs!

Fabi

Telma Maciel disse...

Toda mudança faz loucuras com a gente! Eu ansiava pela mudança que tive no início do ano, mas não pensava que ia ser complicado como foi por um tempo, rs. A gente se adapta! Somos camaleões! O Leo tbm vai se adaptar! Vc tirou fotos da cidade pra mostrar pra ele depois? Só ir com calma... ele vai acostumar tbm.
Torço mto pra q vcs consigam encontrar uma boa casa a um preço justo (eu sinceramente me assustei! Achei q aqui era caro, mas aí... rs). DESEJO de coração que vcs sejam mto, mto, mto felizes! Tudo vai dar certo!!!
Ah! Ento eu tava lendo o post e apareceu a foto da gorducha a Sofia disse "ah, q gracinha..." Daí fui pro post do aniversário e ela babou na Mariana! heuheuheu)
Beijão!

Margarida disse...

Tays Querida, só hoje vi seu post. Puxa, fiquei triste em "perder" minha Professora Preferida. Por outro lado, Londrina ganhará uma bela artista (Ruiva e linda). Que bom que a TEC reconhece e sabe da profissional que tem na equipe. Querida, imagino como está sendo difícil para você todas as mudanças e para o Leo também. Aliás, para toda a família é difícil. Desejo muitas felicidades e rápida adaptação para a família. Espero te dar um big abraço ainda antes de você ir, viu? Tentarei ir no Make amanhã se melhorar (estou dodói de gripe). Beijos

Tays, nadar contra a correnteza é muito difícil, o pouco que se avança não justifica o esforço. Escolher confiar nas possibilidades positivas do futuro é mostrar que sua fé é verdadeira. Tudo encontra seu lugar e tudo nos traz coisas boas, até o que parece péssimo na primeira ohada. Eu acredito que você terá momentos de grande felicidade na nova vida.

Como eu sei que seu jeito carinhoso de escrever será o mesmo não importa onde estiver, eu só lamento que terei mais dificuldades em conhece-la pessoalmente. Penso também em como seu marido vai ficar triste em não poder ir até o Couto Pereira assistir ao nosso glorioso Coxa, rsrsrsrs

Amiga, todas as melhores energias para você nesse momento.

Beijo grande.

Cris Turek

Tays, queridíssima,

mudanças nunca são fáceis. principalmente quando envolvem a distância da família. Por outro lado, mudar também significa possibilidade de novos desafios e crescimento pessoal. O comecinho pode ser difícil, mas temos a certeza de que onde quer que você esteja você vai ser feliz, porque você transmite uma força maravilhosa.

Meu marido nasceu em Londrina, veio para São Paulo pequeno, por causa da transferência do trabalho do pai. Se não fosse isso acho que nunca o teria conhecido, não teríamos nos casado e não estaríamos com os nossos 3 filhos (viu como mudanças tem lados positivos?)
Bom, isso já está virando uma carta, então Tays, só quero desejar que vc e sua família sejam muito felizes sempre, onde quer que vcs estejam. Ah, e parabéns pra Toke e Crie pela postura e atitude inteligente.

Um beijão enorme no seu coração

Kika
Ateliê Ida e Kika

Patricia disse...

Tays querida,já faz uns dias que tô querendo passar aqui,mas ando enroladíssima com o meu dia a dia,que tô com a secretária de férias e aí já viu,né,se sou enrolada normalmente,imagina sem a dita!
AFF !!!!
Enfim,li sobre a sua mudança e a angústia que te rodeou e ainda anda meio que por aí.
Entendo bem todos os sentimentos embolados um no outro e é assim mesmo que a gente se sente quando tem de deixar alguma coisa que conhece e gosta,mas amiga,a gente não tem mesmo o controle de tudo nessa vida e muitas vezes,a danada nos prega esse tipo de surpresas.
Então,eu acho que se não tem jeito e se no momento as coisas se apresentam assim,o melhor é sempre aceitar e tentar fazer dessa experiência,uma nova e quem sabe,boa descoberta.
Pensa que você vai ter a chance de descobrir novos caminhos de ser feliz também e que novidades podem nos surpriender.
Agora preciso te dizer uma coisa,cumé que a gente aguenta essa fofa gorducha aí,sem querer apertar e beijar o dia inteiro,hein?!
rsrsrsrsrs
Ô delicia de nenê!
Amiga,bjs grandes e força na peruca!!!
Patricia Petro

LILIANE disse...

Tays
querida...
nem sei por onde começar, rs

a Mariana está um sonho, um sonho lindo de se ver.
que família bacana você tem, um marido compreensivo, amigo, companheiro, filhos saudaveis e bonitos.

E você está corretissima: mudanças não são fáceis.
Passei por isso também.
Perdemos tudo em Minas, viemos pro Vale do Paraíba em SP, só com nossa família e mudança.
Marido chegou ganhando muito pouco, morávamos de aluguel
eu muito doente com dois moleques muito pequenos.
Morávamos longe de todos.
Foi muito difícil.
Mas passou.
Tudo passa Tays
vai passar este momento de adaptação.
Foi vivendo um dia depois do outro que eu cheguei até aqui.
Fixe no que é mais importante pra você. Sua família unida e feliz é algo que dinheiro nenhum compra.

Nos dias que ficar chateada, irritada e confusa bota a boca no mundo, rs
Chore, reclame porque você é humana, mas não perca isso de vista: tudo passa.

Vai tudo correr bem.
Já está correndo tudo bem.
Vai se arranjar da melhor maneira.
Pense sempre no positivo.
Quanto a distância da sua família, quem sabe voces não combinam visitas mais frequentes.
querida, estou na torcida, viu.
orando também.
deixa um beijo nestes dois tesouros que vc tem.
rs

ah... obrigada por ter ido la no Sonhar e Ser.
foi tão importante sua presença, sua partilha.

beijos.

patricia dias disse...

Nossa que mudança radical! Afff..
Fico uns dias sem vir aqui e tomo esse susto...
Agora sim é que a gente não bota mais o papo em dia...
Quem sabe um cafezinho de despedida...

Eu já passei por essa angustia mas depois a solução veio e não foi necessário a mudança.

Tento pensar que as coisas acontecem por algum motivo, na realidade bom motivo. Tenta acalmar seu coração e procurar curtir o lado bom disso tudo.
A possibilidade de mudança assusta mas tbém é bacana. Traz movimento, novidade... enfim...

Vou torcer por vcs!

bjos,

nossa Tays...que pena pra mim (nós) alunas dedicadas:)
mas sei que será bom pra você, mesmo que no começo vc pense diferente logo fará amizades lá e tudo vai melhorar
boa sorte querida :)
kisses
Rosana

Sonia/sbspsp disse...

Minha querida........ mudanças são difíceis, mas tudo vai ficar bem no final. E a sua Mariana é uma boneca linda demais.
Ah..... e eu adorei a cor do seu cabelo do jeito que está... que precisa ser discreta afinal? kkk
Tenha calma, que vc vai dar conta de tudo..... e de salto alto!!!!
bjs
Sônia

Andreia Lica disse...

Tays,

A vida ensina muito, as vezes estamos em uma zona de conforto tão grande que qualquer mudança de direção já os diexa atordoadas, imagina mudar de casa? rotina? Ficar longe da familia? deve ser dificil, mas acredite, Deus nunca faz nada que vai trazer prejuízo para nossa vida. Mesmo nãos endo a mudança dos sonhos, com certeza voc~es vão aprender algo, isso faz parte do crescimento como pessoa.
Você disse que ficou com medo do que as pessoa vão dizer do seu pos...não ligue, se alguém te condenar, é porque esta com inveja...
Eu já mudei muuuiiiito...faz uns 7 anos que sosseguei, mudei de país (Japão), mudei de cidades e casa lá que nem lembro mais quantas vezes forma, mas só posso dizer que foram muitas...voltei pra cá...depois me mudeipar o interior e agora estou sossegada, mas encaro mudanças, como uma forma de crescimento e aprendizado.
Deixe a vida te levar....e se precisar de amigas, conte conosco.

Bjão

Tays, boa sorte querida, também passei por essa mudança radical, o pior foi deixar meu filho pra traz por causa do trabalho dele, eu a desnaturada botei o filho pra correr. Mas hj após 3 anos ja esta tudo no lugar e não esqueça você é uma estrela que brilha onde estiver.
boa sorte,bjs!!!!

Claudinha disse...

Oi, Tays!
Só hoje vi seu post!
Mudança é de dar medinho, eu quem o diga! Passei pelo mesmo saindo de Curitiba!!!
Mas, vocês todos vão dar a volta por cima! Você é uma pessoa muito querida, carismática, com certeza vai se dar muito bem por aí!
Tudo de bom para vocês!
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...