24 de maio de 2011

Vermelho - Aprenda e Inspire-se!!!

Há um tempo atrás eu postei aqui sobre o livro "A Cor como informação" de Luciano Guimarães, um livro excelente que aborda a simbologia das cores, tanto o aspecto cultural, quanto à sua simbologia na comunicação, é um livro técnico, mas é uma leitura interessante, leve e muito informativa. Eu adorei a forma como ele descreve cada uma das cores e as relaciona com a comunicação e nossa perceptividade. 

Estou falando novamente nele, porque recebi um email de uma leitora querida, a Ana Maria Gabelini, que gostou do post e ficou curiosa, gostaria de saber de que forma o Luciano justifica que a escolha da capa do livro tenha sido justamente vermelha. Como eu AMO vermelho, resolvi trazer essa informação, fazer uma resenha técnica e também colocar algumas inspirações de coisas que adoro nesse tom.

Capítulo Vermelho: Violência e Paixão

" O vermelho é a cor por excelência, a cor arquetípica, a primeira de todas as cores. [...]  O vermelho é o mais fortemente conotado de todos os termos de cor, mais ainda do que preto ou branco." - Pastoreau, em Dicionário das Cores do Nosso Tempo, p. 160

Nesse capítulo Luciano aborda a agressividade do vermelho, tendo como uma das explicações o fato dessa cor estar no limiar da cor visível. É uma agressividade subliminar e hipolingual, assimilada como cor da proibição, do fogo, do não poder tocar. Essa ideia de agressividade vem também por ser a cor do sangue, facilmente associada à violência; tudo isso somado, forma um código de cultura em relação à cor. Ele se fundamenta também no fato do campo visual, onde o plano de convergências dos raios vermelhos situa-se atrás da retina, enquanto do azul por exemplo seria na frente, o que também é responsável por essa sensação de agressividade, porque trabalha com os planos de distância-profundidade. A cor considerada de oposição ao vermelho, é o verde que representa a calma do elemento água, e o vermelho a agressividade do elemento fogo.


O vermelho tem uma característica muito marcante, a mesma cor consegue associar ideias opostas como violência x paixão, amor x guerra, conceitos antagônicos convivendo na mesma cor. Essa é uma das explicações por exemplo, do uso da cor vermelha nos símbolos de saúde como a Cruz Vermelha, simbolizando o amor divino nas culturas cristãs, fazendo alusão ao amor cristão.


Para o mundo considerado pagão, vai mais além, o vermelho simboliza o pecado, associado principalmente à maçã, da história bíblica de Adão e Eva, é a cor do vinho, representa o amor canal, é a cor da paixão, do coração, dos lábios, remete à erotismo, atração e pecado. Tanto que os prostíbulos são normalmente iluminados com luzes vermelhas e vibrantes (Casa da Luz Vermelha ---> quem lembra? kkkkkk).


Também entram aqui as frutas vermelhas e adocicadas, como morangos, cerejas e maçãs, não dificilmente relacionadas à sensualidade, volúpia, normalmente entre lábios e bocas. Já a pimenta nos mostra a agressividade e o calor do vermelho.


O vermelho foi desde a Idade Média a cor do crime e do pecado possivelmente por sua relação denotativa com a cor do sangue derramado. No trânsito o vermelho é universal e siginifica sinal de alerta, proibição e parada obrigatória. No futebol, vermelho é falta grave e expulsão. Na minha profissão, na farmacologia, o vermelho significa restrição à consumo, orientado somente com indicação médica, um alerta de uso. E quando estamos sem dinheiro nos referimos à isso como "estarmos no vermelho", o vermelho é também manifestação de alerta do organismo, queimaduras de sol, febre, alergias... são reações externadas nessa cor, assim como nossas emoções, por exemplo, vergonha e raiva.


Vermelho é a cor da imposição, da proibição, do alerta, do controle, é a cor que impõe status e glamour, como nos longos tapetes vermelhos em cerimônias importantes. É também considerada a cor da guerra, pelo sangue das vítimas e combatentes, representa o crime e a violência, é associado às chamas do inferno, à impureza, é a cor do manto nas touradas e das luvas de boxe e também do Comando Vermelho. É a cor dos comunistas, da oposição, da esquerda, da rebeldia, considerada a cor do materialismo.

Aplicação da simbologia do vermelho


Ele faz uma descrição e análise detalhada da Revista Veja, explica que o vermelho do título serve para chamar atenção do leitor, fortalece a identidade da revista, e assemelha-se às revistas Times e Der Spiegel. E fazendo uma análise mais criteriosa ( e ele analisa um a um os exemplares), ele conclui que no caso da Veja, o vermelho quando cor predominante, está vinculado sobretudo à rupturas de ordem social, e é nesse âmbito que ela procura prender o leitor, outras vezes, o fundo é vermelho e o titulo de outra cor, prá cada finalidade a revista muda a sua forma de apresentação, alterando diretamente a simbologia e seu impacto sobre nós. É muito interessante, são páginas e páginas dessa análise. Resumindo tudo isso que foi analisado, em poucas linhas e dentro daquilo que eu assimilei, o vermelho é usado quando a intenção é chamar atenção e se sobressair. Porque de todas as cores o vermelho é a cor proeminente, afetando diretamente a percepção e emoções do leitor, e seria essa a minha conclusão sobre a capa do próprio livro ser vermelha. 

Essa foi uma resenha que eu fiz daquilo que li e dentro do que entendi, esse livro enfoca mais o conceito de comunicação, percepção visual e conceitos subliminares. Adorei aprender e saber um pouco mais, me identifico muito com o vermelho, é uma cor que gosto muito em tudo, mesmo sendo intensa, forte e impositiva. E deixo aqui, algumas inspirações que gostei...






















Todas as imagens foram garimpadas no Tio Google ;o)

Eu adorei fazer esse post, foi relaxante prá mim, obrigada Ana, por esta oportunidade de te ajudar e também de me divertir com tantas imagens que gosto.

Beijos ♥
Follow Me on Pinterest

Sobre a autora:
Tays Rocha Tays Rocha é farmacêutica por formação, mas trocou a área da saúde pelas artes, trabalha há 9 anos com artesanato, idealizadora do Atelier Mundo Country, mora atualmente na região de Londrina-PR, casada e mamãe feliz do Leonardo e da Mariana. Romântica, apaixonada pela família, pela vida, pela arte e suas inúmeras possibilidades; feita de cores, palavras, músicas e imagens, e neste espaço compartilha um pouco disso tudo e muito mais.

15 comentários :

Jade disse...

Claro que depois dessa aula nao poderia faltar umas imagens de esmaltinhos VERMELHO
rs
bj
:)
adorei o post!

Rosiane disse...

Isso explica porque a Coca é vermelha =) E porque ela, há alguns anos, colocava "mensagens subliminares" nos filmes. E, acima de tudo, porque ela conseguiu mudar a cor da roupa do Papai Noel, que antes era VERDE!!! (você sabia disso!?!?)

Beijos =***

Giuliana: disse...

Oi Coração,

Adorei conhecer mais sobre a cor vermelha, uma das mais instigantes, né? ;oD

E de fato é uma cor lindíssimas, com todas a conotações que lhe são devidas.

Beijos

Cláudia disse...

Aaaaaa...tinha que ter esmalte, tinha que ter mjoaninhas, tinha que ter batom, tinha que ter poás, cereja, sapato altíssimo, boca de beijo,Coca Cola, rosas vermelhas , maçã do amor...tinha que ter você, amiga!!!!
beijoca

Patricia Molina disse...

Maravilhoso post Tays!
O vermelho é minha cor favorita e tem uma série de questões históricas bastante interessantes. Na Europa Moderna,na época das Grandes Navegações a cor vermelha era exclusiva de alguns grupos sociais, o vermelho era destinado apenas á alta nobreza. Quando os europeus chegaram aqui no Brasil, a primeira riqueza explorada foi exatamente o pau brasil, cuja madeira cor de brasa foi enviada a Europa para a extração da nobre cor.
Também os chineses tem uma associação positiva com esta cor, tanto que é cor utilizada nos vestidos das noivas chinesas.
Você podia falar de todas as cores né?
bjkas da Paty

Treicy disse...

adooorei o post e seu blog..
ja estou estou seguindo,segue o meu também?!


www.pintaaqui.blogspot.com

Mariana Malagurti disse...

Taysssss.. você nem sabe..
Depois de todas essas imagens lindas de VERMELHO, tenho novidades a contar: minhas encomendas da Eyeko chegaram.. E junto com elas, de presente.. Um batom caneta VERMELHO. Me imagina usando? hUAHAuuahuAH eu não. Mas tô ensaiando. Você tem que me ensinar a ser barraqueira de vermelho.
Fico no aguardo.
Beijoss

Fabiana Tardochi disse...

Oi!
Adorei conhecer um pouquinho mais sobre o vermelho. Mesmo não sendo uma cor que gosto assim de paixão. Uso mas sempre com moderação.
Beijos

A FADA DAS AGULHAS disse...

Oi amiga linda,

Adorei conhecer mais sobre a cor vermelha,muito instigante essa postagem..Kkkk Falando de vermelho também postei um cachecol Vermelho para o outono-inverno,uma cor quente e perfeita!

Fique com Deus!!!

Bjss

Simone Souza

Luci Cardinelli disse...

Arrasou no post, querida! Sempre gostei muito de esmalte e batons vermelhos :)

Vc me dexou bem curiosa em relação ao livro, pois sou apaixonada por azul.

beijos e um ótimo dia procês!

Mari disse...

ADOREI essa vermelhidão toda, Tays!!! rsrsrsr...
Bjs carinhosos,
Mari

Ângela disse...

Estou vindo do "BU", e adorei estar aqui, o blog é muito interessante e esse post de hoje maravilhosos, eu adoro a cor vermelha.
Adoro também fazer novos amigos, vá me conhecer, terei prazr em te receber.
beijos e carinhos

Luci Hora disse...

MEga susto quando entrei aqui e vi tudo mudado!!! hahahaha... Digitei tudo de novo pra ver se tava no blog certo!!
Mudar é sempre bom, né?
Sabe o que eu acho? Vermhlo = Tays, Tays = Vermelho!! ^^

Atelier Suriel disse...

Ta,

Passei aqui para dizer em primeiro que te adoro. Enviar beijos para meninas e a Dênia, estou louca de saudades dela.
A postagem esta maravilhosa como tudo que faes.

abraços de luz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...