Férias, atividades e alimentação infantil

19:52 Tays Rocha 14 Comments

Post publicado originalmente em 28/07/10 no extinto Gestando Sonhos... mas como o tema é atual sempre, e a época é propícia... no ar novamente ;o) E Mariana ainda estava no forninho... heheheh.
Beijos ♥


As férias acabaram e não sei vocês que também são mamães e ficam em casa com filhos pequenos, mas tem horas que a gente não sabe mais o que fazer com eles, eu nessas horas dou o devido valor à cada centavo pago na escola, rotina de atividades educativas, nutrição saudável e equilibrada, aulas especiais de judô  e futebol. Sempre digo que não adianta a criança estar em férias se é prá ele ficar "largado" em casa só em frente à TV, talvez por isso esses dias tenham sido prazerosos, mas tão cansativos prá mim.




Procurei balancear atividades educativas como joguinhos pedagógicos, pintura e desenho, com passeios em parques, no parquinho do bairro, passeio de ônibus turístico que ele adora, plantamos mudinhas na selva no jardim, além de claro, o cinema, o shopping e o Mc Donald's.



  

E também estimulando o lado criativo dele, deixei ele pintar comigo, tirar fotos até do teto com minha câmera antiga, fazer scrap e fizemos cupcakes, com confeitos coloridos, do jeito que ele queria, também lemos livrinhos, quadrinhos, assistimos TV e DVD's juntos e brincamos no computador.

 

Posso dizer que esses dias ao lado dele valeram à pena e foram bons demais, consegui também amenizar o ciúme que ele vinha sentindo da gravidez, levei ele comigo e fizemos compras prá Mariana, compramos uma ou outra coisinha prá ele também, mas consegui fazê-lo entender que ela não tem nada, nenhuma roupinha e por isso precisamos comprar mais coisas prá ela, foi uma vitória prá mim vê-lo aceitando a situação e tão compreensivo, além de extremamente carinhoso comigo e com a barriga, as coisas melhoraram bastante, embora ainda apresente comportamento ciumento  e manhoso em alguns momentos o que é absolutamente normal. Agora as aulas e as atividades dele de judô e futebol já recomeçaram, e eu estou reorganizando minha rotina novamente.


Mas foi justamente pensando nesse assunto de férias, atividades e alimentação que resolvi abordar o tema aqui. O Leo adora e assiste a Discovery Kids (cada dia menos, agora ele diz que é de bebê) e o Cartoon Network (que não gosto que ele assista, desenhos muito adultos e violentos), eu não proibo como muitas mães fazem, eu procuro explicar, esses dias estava começando Naruto e disse à ele que não gostava, e expliquei o porquê, cada vez que começa o Pokemon, Naruto e Bakugan ele mesmo me chama e diz: vem colocar no Discovery, esses desenhos tem muita briga e eu não posso assistir, só fazem tristezas. Eu nunca precisei mandar ou brigar prá que ele não assistisse. Como não posso também restringir tudo, Ben10 eu deixei, mas sempre que posso assisto junto fazendo minhas críticas e observações.


A questão nem é só essa, mas também a do consumismo, só propagandas de consumo com a frase peça para o papai, peça para a mamãe... e às vezes ele pede, e na verdade eu gostaria de dar, mas não estimulo esse consumismo desenfreado e os preços ultimamente são de 3 dígitos prá cima, qualquer porcaria descartável custa à partir de cento e tantos dinheirinhos, que a gente sua prá caramba prá ganhar, aliás... nesse exato instante 00:21h, o celular do papai está tocando e ele já estava dormindo, ou seja... é muito empenho e trabalho árduo prá estimular e fomentar esse consumo abusivo, acho muita exploração da mídia e do comércio, e isso também sempre explico pro Leo, que nem tudo o que vemos podemos comprar (e sempre explico isso prá mim mesma tbm... kkkkkkkkk), o mais importante é conscientizar, explicar e não simplesmente negar. 

Outro aspecto bem negativo que vejo da TV é a questão da alimentação, esse menino me enlouqueceu quando viu que era o Shrek no Mc Donald's, levei um dia e ele ficou todo feliz, aí queria todos os outros bichos que vem de "brinde" no lanche, a questão é que é caro, não é saudável e se não bastasse isso, ele não come o lanche, come meia dúzia de batatas, dá duas mordidas no sanduíche e acabou-se por aí... 


E na verdade, é preciso vigiar, pois a taxa de sobrepeso e obesidade infantil está crescendo a cada dia, as crianças são vulneráveis, um alvo que facilmente se influencia diante de alimentos que ostentam seus personagens nas embalagens, guloseimas doces e coloridas, as propagandas prendem a atenção e estimulam o consumo, aproveitando-se do baixo poder de discernimento e alto poder de convencimento do público infantil e se bobear, até mesmo do nosso... Somado à todo esse universo de consumismo ainda vem as consequências desastrosas para a saúde, estudos mostram que crianças obesas apresentam 40% mais chances de sofrer de refluxo gastroesofágico por exemplo, além disso o sobrepeso aumenta os riscos de doenças como diabetes, doenças cardiovasculares e câncer, por isso não se iludam, "gordinhos saudáveis" não existem, simplesmente porque a gordura nunca é saudável, nem mesmo o sobrepeso, nem em adultos e muito menos em crianças, palavra de diversos especialistas na área, de uma forma ou outra haverão consequências. E nas pesquisas mais recentes, a TV é apontada como grande diferencial entre jovens apresentando sobrepeso e jovens com peso saudável, assim como computador e video game também, além do sedentarismo.


Eu tento manter a alimentação saudável aqui em casa, quero que todos estejamos bem e saudáveis, com a saúde em dia e a estética também, o que contribui direta e positivamente para a nossa autoestima e qualidade de vida.

  

O Leo é uma criança que come de tudo em relação à vegetais, já meu marido... se tiver um verdinho no meio da comida, só pode ser a pintura da decoração do prato, não come nada, simplesmente nada de frutas, verduras e legumes; como não tenho filho desse tamanho, há muitos anos que não falo mais nada, cada um é responsável por si. Não sou radical, adoro uma orgia gastronômica, um fast-trash-food e guloseimas coloridas de monte, mas tento não exagerar e ser cautelosa, afinal educação se dá por exemplos e atos, quero meus filhos com o mínimo de hábitos saudáveis, a começar por amamentar a Mariana, assim como foi com o Leo.


A tecnologia em si não é algo ruim, desde que utilizada com bom senso. O importante é tomar consciência de que escolhas alimentares, tempo desprendido em frente à aparelhos eletrônicos, inatividade física e sobrepeso estão interligados e trazem consequências desastrosas e às vezes irreversíveis à saúde.

E vamos cuidar da saúde dos nossos pequenos!

Leia também

14 amigos comentaram, comente também!:

Ana Paula disse...

Oi amiga adorei seu post. Concordo com vc, é de pequeno que se aprende. Parabéns pelo filho fofo e lindo.
Bjãoooo e para Mariana tbm rsrs

Gostei demais do seu post, alguns itens me fizeram ver que ando errando por aqui com o pequeno, outros, me encheram de orgulho ao ver que estou acertando!
Alias, esse seu post poderia virar artigo na Crescer ou Pais e Filhos, excelente abordagem sobre várias dúvidas acometidas aos pais, durante as férias e no cotidiano.

Ranne Cássia disse...

mto bom o post... eu não passo o dia com a Fia e o Fí, pq trabalho período integral (por enquanto)... das 07h. as 16h. ... então eles meio que se viram lá em casa... sinceramente, prefiro não pensar no que eles fazem pra gastar energia... a condição imposta é somente eu chegar em casa e encontrá-la inteira kkkkkkkkkkk

Legal demais este post! Bom, com relação à alimentação, o que eu ofereço pra Manu, ofereço também pra Chico - em termos de frutas, verduras e afins. Chico traça tudo. Manu, nada. E houve um tempo em que Manuela até comia direitinho, mas não durou muito. Mas dá um gosto ver a criança comendo de tudo, não dá?! McDonalds é regrado, no fim de semana, uma vez na vida outra na morte. Chico nem sabe o que é isso ainda.
Com relação à tv, Chico é apaixonado pelo Barney. Manu ainda assiste ao DK. Às vezes ela muda para o Cartoon, mas quando tem esses desenhos violentos, ela muda na hora, não tem a menor curiosidade. Minha preocupação persiste com a tv aberta. Tem certos programas que não deveriam passar na tv e ponto final.
Legal que vocês tiveram esse tempo pra aproveitar antes da Mariana chegar. Com certeza, vai fazer uma diferença bem grande.
E quando ela chegar, deixa o Léo participar. Pegando uma fralda na hora de trocá-la, por exemplo. Eles não se sentem excluídos.
Então, tá. Senão este comentário vai sair maior que o post :o)
Beijão!!!!!!

Telma Maciel disse...

Que post ótimo!!! É meio que uma lição pra mim, que preciso aprender a aproveitar mais os momentos com a Sofia... Não fiz praticamente nada de interessante com ela nessas férias...
Qto à alimentação, como eu gostaria que a Sofia tivesse um prato coloridinho desses! Nem frutas nem nada! E eu, mesmo não gostando, dou o exemplo e como verduras e frutas e falo que são gostosas (não como o que sei que não suporto). Mas ela nem experimenta...
Sobre essa coisa de propagandas, marketing etc... ontem msm eu fiz um post sobre a Sadia, mas geralmente não compro as coisas só pq aparecem na TV ou pq é de marca 'boa'. E, sim, explico sobre a questão do trabalho x dinheiro x gasto à toa.
Um beijo!

Fala, Mãe! disse...

Muito legal Tays! Infelizmente eu nao consigo impedir meu filho de 4anos de assistir esses narutos, bakugans e pokemons da vida, ele pede pra assistir e eu deixo, mas conversei com ele e alertei que se ele manisfestasse qualquer tipo de violência, eu proibiria...mas continua gostando dos desenhos da cultura e Dk tb... Se for ver bem os desenhos do DK nao sao violentos, mas alguns ensinam alguns principios ruins, como inveja, como princesas do mar e ja vi uns absurdos no backyardigans tb...e
Adorei as atividades que vc fez com seu menino, sinto que faco pouca coisa com meu filho de 4anos por causa da atenção que o de 2 anos exige, eh ciumento e possessivo, bem dificil, tento sair com o mais velho nos fins de semana e deixo o pequenininho com o pai...Muito legal seu post! beijocas

Bia disse...

Tays, adorei o seu blog inteirinho e não somente esse post!
Vc tem toda e absoluta razão quando diz que é de pequeno que se transforma o indivíduo! Seu filhote é muito lindo e vi que vc é uma mãe dedicada e presente! Parabéns!
Bjs

Pois é amiga,passei estes últimos dias na mesma rotina sua.
Fui ao parque ,pintei,desenhei,contei estórias...mas o que Kauan mais curtiu nestas férias foi soltar pipa.Ficava eu correndo atrás dele,desenrolando rabiola,foi uma delícia.
O meu aqui não gosta destes desenhos que vc tenta evitar,assim não tenho que controlar muito.O que tenho que impor horário são os joguinhos de corrida de carrinhos no computador.A duras penas ele fica só 30 mim. por vez.Quando posso,invento outra atividade.
Estou cansada tbm,mas foi umas férias bem lgais por aqui.
A barriga tá linda.Me manda seu endereço pra eu mandar o mimo que fiz pra Mariana,ok?
Beijos.

Tays...tenho uma dica de blog pra você.....dá uma espiadinha na chamadinha do meu blog.
http://rosana-pedacinhodemim.blogspot.com/2010/07/id-like-to-see-into-your-dreams.html
kisses
Rosana

Ana disse...

A gente tem que se virar em 3, 4 nas férias deles né? Rs
Quanta a alimentação é uma batalha diária para manter uma alimentação correta. Mas vale a pena com certeza.
Bjs

Olá Tays,adorei sua postagem.
Muito importante o assunto que colocou.
A alimentação é super importante,e devemos
educar nossos pequeninos com
verduras,frutas,sucos...pois esses
lanches como se referiu virou um vício tanto
para as crianças,jovens,adultos...
Seu filho é muito lindo e essas férias deve
ter sido muito boa rsrs.
Grande beijo querida!
Simone Souza

Anonymous disse...

Tays, linda, querida.
Venhos lendo todos os seus blogs (até de artesanato.. Acredita?!) e adoro TODOS. Não fico uma semana sem ver se tem algo de novo e sempre dou muita risada com os seus comentários e fotos. Parabéns. (e não to puxando saco.) =]

Mariana Mala. (nem postar eu sei.)

Cláudia disse...

Que post mais agradável! li do começo ao fim, praticamente sem respirar!
Estou me deliciando porque minhas crianças chegam amanhã - só a Li e o Rafa, o Be só chega na quinta...estou preparando lanchinhos, aqueles almoços que a gente cozinha a 4,6 ou mais mãos e só nós sabemos fazer...programas "culturais", ir ao clube, à choperia...eta trem, vai ser bom demais da conta, sô!
Como vocês podem constatar, mãe é tudo igual, só muda o endereço!!! Em tempo, minhas crianças têm 28, 24 e 20 anos...
Parabéns pela delicadeza e pela graça e por ser a mãe dedicada do Leo da titia Clau...a Mariana, também, vai amar ser sua filha!
Um beijo
Clau

Cláudia disse...

Relendo o post, achei meu comentário de quase um ano...e nao posso, deixar passar em branco a oportunidade de dizer: como te admiro como mãe dedicada, entre outras coisas,hoje, de dois filhotes lindos!!!
Beijo grande!
Clau

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...