Porque oito anos não são oito meses

00:09 Tays Rocha 9 Comments

Hoje é um dia especial prá nós, especial não apenas pela lembrança que a data nos traz, porque como sempre conversamos, especial todos os dias são, estamos completando 8 anos de casados, como diz você, 8 anos de digamos... "amor consentido" (sabe, não posso escrever bobagens aqui... kkkkkkkk), mas na verdade é muito mais que isso. Fazendo um apanhado geral são 17 anos de uma linda história, que começou com uma amizade fraternal, no sentido da palavra, lembro com carinho das idas pro Positivo da Ângelo, depois pro Terceirão, à pé, 6:30h da manhã, termômetro marcando 2º, e das voltas, onde eu sempre me assustava com os latidos do cachorro infame no mesmo lugar e vc sabia que eu ia me assustar e ficava esperando só prá rir da minha cara, da minha distração diária (mauzinho, coisa feia). Foram tantos bons momentos juntos, de amizade, de cumplicidade, tantos risos, alguns sustos e lágrimas, até que vc me diz que vai embora e eu senti um pedaço de mim arrancado, como assim, meu melhor amigo indo embora? e eu ia importunar quem? ia passear com quem na Rua XV sábado de manhã? E depois de um certo tempo eu te escrevi a carta (nem era e-mail ainda, estamos ficando velhos), a carta mal-interpretada (não ouse negar) e depois disso.... o beijo que eu te roubei (como vc era tímido...) as idas e vindas prá Curitiba, religiosamente, todos os finais de semana, aguardando pacientemente que eu terminasse a faculdade, quando me lembro disso, tenho comigo a medida exata do seu amor por mim, 4 anos cansativos, dispendiosos, de uma longa espera, que parecia não ter mais fim. E enfim, dia 21/04/2001 com as bênçãos de Deus, da família e dos amigos, nos unimos.



Lembro como se fosse hoje e tenho certeza que vc também, da reforma da nossa primeira casa, sem sofá por um bom tempo, mas havia tanto amor que isso era o que menos importava, lembro de como trabalhamos e aos poucos fomos conquistando juntos tudo o que temos, do seu esforço trabalhando o dia todo e chegando tarde da noite prá conseguir terminar a faculdade, enfim, foram tantas conquistas e também tantas perdas. Perdas dolorosas, que por vezes nos fizeram duvidar que conseguiríamos recomeçar tudo outra vez, que nos fizeram também duvidar que seríamos pai e mãe, mas que juntos, conseguimos superar e manter a esperança de realizar esse e outros sonhos, que vieram, porque sonhamos juntos. Depois a volta prá cá, a readaptação, tantas dúvidas, medos e ansiedade, e devagar as coisas vão se encaixando novamente, tudo no seu devido lugar. Você me deu o presente mais valioso que a vida poderia me oferecer, nosso Leo, que agora já é um mocinho, bebezão crescido... E quando digo que 8 anos não são 8 meses é porque é exatamente assim que sinto às vezes, parece que foi ontem, parece que fazem meses apenas, quando na verdade um bom pedaço de vida já foi vivido.
E depois de tanto tempo juntos, nós já dispensamos palavras, nos entendemos pelo olhar, aprendemos a nos respeitar, respeitar manias e defeitos, gênios insuportavelmente fortes juntos, só assim daria certo... aprendi a ser tolerante com as portas dos armários abertas, com o amor pelo futebol, com a cama mal-arrumada, com a sua mania de nunca achar as coisas onde eu digo que estão e vc aprendeu a ser tolerante com a margarina aberta todos os dias fora da geladeira, com meu gênio imediatista e teimoso (eu quero, mas tem que ser já... rsrsrsrs), com as horas que passo no pc e com os cômodos da casa que tomei prá mim. Em contrapartida, te agradeço pela paciência comigo, por desconsiderar meus rompantes quando estou digamos assim... brava, nervosa, irritada... rs, pelo apoio que dá ao meu trabalho, pacientemente comprando guardanapos, tintas e madeira comigo, tirando o dia prá me levar fazer o que preciso, levando minhas encomendas, indo ao Correio, buscando meus pedidos, por vezes, me ajudando a bancar $$ meus gastos, obrigada por ser sempre companheiro e pelo tanto que tem me ajudado com a casa e com a educação e distração do Leo. Me orgulho de ter você, de ter me casado com você, pela pessoa íntegra, honesta e batalhadora que é, sempre pensando no melhor prá nós três, em nos ver felizes. Você é um pai exemplar, como pouquíssimos que vejo à minha volta e isso só faz com que eu te admire, respeite e te ame ainda mais. Obrigada por todos estes anos ao meu lado, pela família que construímos, pelo nosso lar, pela vida que temos, pelas declarações diárias do seu amor por nós. No que dependa de mim, essa data se repetirá ainda muitas vezes, comemorando cada vitória, cada passo em frente, superando cada crise, cada adversidade, pois é isso que nos fortalece e nos une ainda mais e a cada tropeço, a cada tombo, levantamos ainda mais fortes, com as mãos ainda mais unidas. E dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, não... Ele escreve certo por linhas certas, com a letra certa, basta querer ler o que está escrito, e agradeço à Ele por ter me dado você de presente, e através de você, o Leo. Te amo muito, com a mesma disposição, coragem e intensidade do início, a cada dia que passa tenho certeza que realizaremos juntos nossos sonhos e seremos ainda mais felizes, na verdade é a minha maior certeza, dentre tantas dúvidas.

"Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos

Me encaminham prá você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim

Eu não existo sem você"

Beijos ♥

Leia também

9 amigos comentaram, comente também!:

Deivid disse...

AMO VOCÊ
quer casar comigo de novo? pois eu casaria com você de novo, quantas vezes fosse preciso e cometeria de novo os mesmos erros, afinal é com eles que a gente cresce e são eles que nos ajudam a nos amar cada vez mais

MissBFashion disse...

Que linda história amiga!
Eu ainda não encontrei o meu par.
Acho que ele está me procurando também. Ha! Ha! Ha!
Bjs.
Sara.

Uma parte desta história eu acompanhei, o nascimento do Leo,a mudança para Curitiba e depois tudo mais...o ateliê, as conquistas na vida profissional e agora, só agora fiquei conhecendo esta linda história de amor, que coincidência ou não é um pouco parecida com a minha...também sou casada com um menino tímido e tive que tomar muitas iniciativas...

Parabéns!!! a você e ao Deivid por este belo conto de fadas que deve ser vivido e lembrado todos os dias, porque sem magia a vida não vale a pena.
beijoca
Clau

Tays disse...

Hummm... também casaria de novo negrinho... onde eu assino? Vai ter bolo? heheheheheh. Te amo. Beijos.

Tays disse...

Sara, eu acredito que prá cada alguém, sempre há um outro alguém, igualmente especial. Tenho certeza que o seu está guardadinho e na hora certa você o encontrará, porque é um doce de pessoa. Obrigada pela visita. Beijocas e saudades, e a Coeur Douce? E o crop? Vamos movimentar essas meninas....

Tays disse...

Obrigada Clau, você realmente está presente há algum tempo nas nossas vidas, me acompanha não é de hoje. Obrigada pelo carinho e pela companhia. Sempre tive essa idéia de que o Tarcísio era tímido, só de ver as fotos. O Deivid, meu Deusssssssss, sempre foi a timidez em forma de gente quando tratava-se de namoro, ainda mais comigo, que éramos tão amigos, no início ficou uma situação estranha, depois rapidinho acostumamos... kkkkkkkk
Beijocas amiga.

Taty disse...

Tays, que feliz poder chegar aqui numa postagem tão bonita e especial! E olha, ainda bem que vc resolveu comentar lá pq eu ia ficar muito triste se continuasse sem conhecer um blog tão bonito assim.
Espero que continue recebendo recadinhos seus lá pq eu vou bater cartão aqui sempre...rs.
Felicidades pra vc!
Um beijo!!

Tays disse...

Eu é que fico feliz com a visita e por ganhar uma nova amiga, tão parecida comigo. Pode esperar que estarei por lá sempre. Beijocas.

Você vai pensar que estou clonando...rs nós também éramos amigos e foi difícil passar de amigos a namorados, em compensação em 1 ano e 5 meses, namoramos,noivamos, construímos nossa casa, casamos...e vamos fazer 28 anos de casados no dia 02/05. Conto de fadas com direito a viveram felizes para sempre...
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...